Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Alimente o seu espírito. Receba grátis os artigos da Aleteia toda manhã.
Inscreva-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Onde deve ficar o sacrário dentro de uma igreja?

CC
Compartilhar

O pe. Cido Pereira, da arquidiocese de São Paulo, responde a um leitor

Em sua coluna de perguntas e respostas no jornal O São Paulo, da arquidiocese paulistana, o pe. Cido Pereira explicou nesta semana ao leitor José de Araújo, do bairro da Vila Prudente, qual é o lugar correto para a instalação do sacrário dentro de uma igreja.

Eis a resposta do sacerdote:

José, você já deve ter visto que o sacrário em algumas igrejas está no presbitério e, em outras, numa capela separada. Os dois lugares estão corretos.

Lembre-se que aquela lampadazinha acesa junto ao sacrário é um recado muito importante para nós, católicos. Ela está dizendo para todos nós que chegamos à igreja, que Jesus ali está verdadeiramente presente no Seu corpo, sangue, alma e divindade.

Quando o sacrário estiver no altar-mor, deve ocupar um lugar de honra e ser bem visível, porque se trata de deixar bem claro que ali é um lugar de oração, que Deus está presente.

Quando numa capela apropriada, o espaço tem de ser bem ornado, porém com simplicidade e que seja silencioso, para que no sacrário, Jesus, o Pão da Vida descido do céu, receba a nossa visita e dali seja levado aos enfermos e aos idosos que não têm como ir à igreja.

E todos os fiéis devem ser permanentemente exortados a se colocar diante do sacrário em oração. As capelas do Santíssimo de nossas igrejas devem ser oásis de paz para os que querem, por algum tempo, fugir ao barulho e contemplar Deus no silêncio. É isso aí, meu irmão José de Araújo. Quando visitar Jesus sacramentado, lembre-se de mim.

Tags:
sacrário