Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Quem é o atirador que matou 4 pessoas na Catedral de Campinas?

Reprodução / Facebook
Compartilhar

Segundo a polícia, homem tinha “perfil estranho"

Clique aqui para abrir a galeria de fotos

Euler Fernando Grandolpho, 49 anos. Este é o homem que abriu fogo contra quatro pessoas na Catedral Metropolitana de Campinas na terça-feira, 11 de dezembro, e se matou em seguida. Os documentos dele foram encontrados em uma mochila dentro da igreja. 

Segundo a polícia, Euler vivia com o pai em um condomínio fechado de casas na cidade de Valinhos, SP, a 10 quilômetros de Campinas. Ele morava em um quarto separado e não permitia que ninguém entrasse no dormitório. Era quieto, recluso e não trabalhava desde 2015. Na casa, os policiais recolheram cadernos e anotações em que Euler se refere a possíveis perseguições. 

O homem foi auxiliar de promotoria, mas exonerou-se do cargo em 2014. De acordo com o pai, ele já fez tratamento contra a depressão. A polícia também informou que o atirador não tinha antecedentes criminais. 

No dia da tragédia, Euler almoçou em casa por volta do meio-dia. Agora, a polícia investiga como foi o trajeto dele até a catedral para buscar pistas sobre a motivação do crime.

Na hora do crime, o atirador portava uma pistola e um revolver calibre 38 com as numerações raspadas. Ainda de acordo com a polícia, a tragédia poderia ser maior, já que o homem tinha munição para disparar mais 28 vezes.

Quem são as vítimas?

O atirador entrou na igreja quando a Missa tinha terminado. Sentou-se no fundo e depois abriu fogo contra quatro pessoas que estavam rezando. Os disparos deixaram outras quatro feridas. Os nomes das vítimas fatais são:

Sidnei Vitor Monteiro, 

José Eudes Gonzaga Ferreira, 

Cristofer Gonçalves dos Santos e

Elpidio Alves Coutinho. 

Os corpos serão velados e sepultados ainda nesta quarta-feira, 12 de dezembro.

A catedral 

A Catedral Metropolitana de Campinas, dedicada à Nossa Senhora da Conceição, está localizada no centro da cidade. A igreja começou a ser construída em 1807.

O seu interior, em estilo barroco baiano (sem douração), conta com um requintado trabalho de talha de madeira. O edifício é tido como o maior no mundo construído em taipa de pilão (são cerca de 4.000 m²) e também um dos mais altos. Veja como é o interior da igreja na galeria abaixo.