Aleteia
Segunda-feira 19 Outubro |
Santos Mártires Canadenses
Para Ela

João Paulo II responde: o que é certo ou errado no namoro?

Shutterstock-Maridav

Enlace Católico - publicado em 13/12/18

Nunca se esqueça disso: o nAMORo é uma escola de amor

Na Jornada Mundial da Juventude (JMJ) de Paris, um jovem perguntou a João Paulo II: “O que é certo e o que é errado no namoro?”.

E o Papa respondeu: “É certo tudo aquilo que você pode fazer na frente da sua mãe”. Se Jesus lhe pede para ser casto no namoro, diga-lhe “sim”. Quem somos nós para dar lições de felicidade ao Criador da felicidade?

O namoro é um período para escolher aquela pessoa que o acompanhará durante a vida e será a mãe ou o pai dos seus filhos. Quem só ama hoje e não se interessa por amar amanhã não sabe o que é o amor, mas sim o capricho. O verdadeiro amor quer durar para sempre – ainda que toda convivência, a longo prazo, traga dificuldades.

Nenhuma pessoa é um objeto de prazer para satisfazer suas paixões desordenadas. Seu namorado(a) não é um objeto para o seu desfrute. Se você usa seu namorado(a) e ele(ela) usa você para proporcionarem prazer um ao outro, só estão vivendo uma “comunhão de egoísmos”. Isso é rebaixar-se a simples objetos de prazer recíproco.

O verdadeiro amor busca no outro não algo para desfrutar, mas alguém a quem fazer feliz. Você não namora um corpo, mas uma pessoa, com corpo e alma. A felicidade do seu(sua) namorado(a) deve ser sua própria felicidade. Lembre-se de que o maior presente que você pode oferecer ao seu futuro esposo ou esposa é chegar casto ao seu casamento.

Seja fiel ao seu(sua) namorado(a), como você gostaria que ele(ela) fosse com você. A infidelidade é o câncer do amor. Procure alguém que se vista com pudor, pois quem se veste sem pudor quer ser valorizado pelo que seu corpo oferece, e não tanto pelo que é como pessoa. Que seus atributos físicos nunca afastem você da sua dignidade e da vida de graça.

O namoro é a escola na qual se aprende a amar como preparação imediata para o casamento. Escola do amor: o namoro é isso. A escola na qual duas pessoas se conhecem profundamente e aprendem a amar-se de maneira autêntica, a desprender-se de si mesmos para doar-se ao outro e dar vida a outros, seus futuros filhos. O namoro é para conhecer-se, aceitar-se e superar-se em casal. No namoro, abra os olhos; no casamento, feche-os um pouco.

Para perseverar no amor durante o namoro, é preciso viver um triplo “D”: Deus, Diálogo, Detalhes.

1. Deus: casal que reza unido permanece unido.

2. Diálogo: quanto maior for a harmonia espiritual, maior será a harmonia conjugal. Quais são suas convicções com relação à religião, ao casamento, à abertura à vida, à educação dos possíveis filhos? Nosso amor está amadurecendo? Há harmonia em nosso relacionamento, ou as discussões são muito frequentes? Por quê? Nossos hobbies e ideais se complementam ou são causa constante de discórdias?

3. Detalhes: o amor nunca pode ficar ocioso. Cada lembrança é um alimento do amor. Uma lembrança confere alegria, mas um detalhe aumenta o amor. O amor é um fogo que precisamos manter aceso. Sêneca afirmou: “Se você quer ser amado, ame”.

A seguir, uma oração para os namorados:

No meu coração, Senhor,

surgiu o amor

por uma criatura que tu conheces e amas.

Tu mesmo a colocaste diante de mim

e um dia me apresentaste a ela.

Eu te dou graças por este dom

que me enche de profunda alegria,

que me torna semelhante a Ti, que és amor,

e que me ajuda a compreender

o valor da vida que me deste.

Ajuda-me, para que eu não desperdice

esta riqueza que colocaste no meu coração.

Mostra-me que o amor é dom e que

não pode se misturar com nenhum egoísmo.

Que o amor é puro

e não pode ficar em nenhuma baixeza.

Que o amor é fecundo

e desde hoje deve produzir

um novo jeito de ser em nós dois.

Eu te peço, Senhor,

por quem me espera e pensa em mim;

por quem caminha ao meu lado.

Torna-nos dignos um do outro;

que sejamos ajuda e modelo.

Ajuda-nos em nossa preparação para o matrimônio,

para sua grandeza e responsabilidade,

a fim de que, desde agora, nossas almas

dominem nossos pensamentos

e os conduzam ao amor.

Amém.

(Artigo publicado originalmente por Enlace Católico)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
AmorCasamentoDeusDiálogoNamoro
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
st charbel
Reportagem local
Por acaso não está acontecendo o que São Char...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
FATIMA
Philip Kosloski
Fotos raras dos 3 pastorinhos de Fátima
POPE FRANCIS GENERAL AUDIENCE
Reportagem local
As 3 orações que o Papa pediu para rezarmos e...
Pe. Gilmar
Reportagem local
Brasil: padre desaparece e manda mensagem com...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia