Aleteia
Segunda-feira 26 Outubro |
São Fulco
Religião

Igreja em Moçambique ressurge neste Natal após o trabalho de um missionário brasileiro

BAMBINI, KENIA, AFRICA

Shutterstock

Ajuda à Igreja que Sofre - publicado em 14/12/18

Há 100 anos, um grupo de missionários percorreu 900 km de bicicleta e a pé para fundar a missão de Santa Maria, em Moçambique

Quando o Natal aconteceu, os três Reis Magos viajaram cerca de 900 quilômetros para encontrar o Salvador do mundo. Em Moçambique, no sudeste da África, existe uma bela história que também precisou de uma viagem com a mesma distância. Em 1922, um grupo de missionários saiu de bicicleta do Malaui em direção a Moçambique com um propósito: quando os pneus das bicicletas se desgastassem, eles fundariam uma missão para semear o Evangelho.

Os pneus das bicicletas acabaram e eles decidiram continuar até que as sandálias também se desgastassem. As sandálias acabaram quando chegaram a uma região onde hoje é o distrito de Namuno, que pertence à diocese de Pemba, em Moçambique. Essa viagem de fé, num percurso de estrada de terra, atravessando florestas e rios, com leões e crocodilos, foi a porta de entrada para o Evangelho na região.

Eram missionários muito trabalhadores e construíram uma grande Igreja com o nome de Santa Maria, em Namuno. Os missionários fizeram desde os tijolos até as telhas com a ajuda dos habitantes locais que iam descobrindo o Evangelho em suas vidas. Durante a guerra civil de Moçambique (de 1977 a 1992), muitas igrejas foram tomadas pelo governo e transformadas em quartéis. A Igreja de Santa Maria também foi tomada e, depois da guerra, foi entregue novamente para a Igreja, mas em ruínas.

O bispo de Pemba é um missionário brasileiro, Dom Luis Fernando Lisboa, que está em Moçambique desde 2013, e iniciou a recuperação da Igreja de Santa Maria. “Tem que ter muita coragem para ser cristão e para servir a Igreja aqui. As lideranças têm que andar 20, 40, 50 quilômetros para ir a uma formação. E tudo o que levam é uma mandioca seca para comer pelo caminho”.

A comunidade de Namuno é muito pobre, não há eletricidade ou água encanada, mais de 80% da população é analfabeta, há uma bicicleta para cada 3 famílias e a expectativa de vida é de apenas 58 anos. Como se não bastasse a pobreza, desde outubro de 2017, um grupo terrorista está atacando a região. Já mataram mais de 100 pessoas, indiscriminadamente. Não importa a religião ou as condições. Por enquanto não se sabe ao certo quais as razões deste grupo. “Morreram cristãos, muçulmanos e pessoas de religiões tradicionais. Mas nenhum missionário deixou a região, a Igreja está presente”, conta Dom Fernando.

Recuperar essa Igreja significará recuperar a vida e a esperança de uma comunidade. “Nós temos muita esperança, a região marca uma antiga missão da Igreja, onde já teve hospital, escola e vários trabalhos sociais, mas tudo foi dizimado pelos diversos conflitos ao longo dos anos. Aos poucos, a nossa intenção é restaurar tudo isso”, diz o bispo brasileiro.

A fundação pontifícia ACN (Ajuda à Igreja que Sofre) já se comprometeu a auxiliar na recuperação da Igreja e outras obras na comunidade com uma ajuda de R$ 105 mil. A mesma alegria que a Sagrada Família sentiu ao receber a visita dos pastores e dos Reis Magos, a comunidade de Namuno sentirá ao ter a centenária igreja missão de Santa Maria e demais obras restauradas. Mesmo com tantas dificuldades, o bispo brasileiro Dom Luis Fernando Lisboa já sonha com a recuperação da Igreja, e revela que “será como um milagre de Natal!”.

Conheça o trabalho de Dom Luis Fernando Lisboa, na diocese de Pemba, em Moçambique:

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
IgrejaMissionários
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Papa Francisco
Francisco Vêneto
Papa Francisco e casais homossexuais: o que e...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
SAINT MICHAEL
Philip Kosloski
Oração a São Miguel por proteção contra inimi...
Rosário
Philip Kosloski
Benefícios do Rosário: 3 virtudes que aprende...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia