Aleteia
Terça-feira 27 Outubro |
São Fulco
Atualidade

EUA tem nova batalha orçamentária, e muro com México é principal impasse

TIJUANA

Pedro PARDO - AFP

Agências de Notícias - publicado em 17/12/18

O presidente está determinado a conseguir incluir no orçamento a construção do muro

Os legisladores americanos correm contra o tempo nesta semana para evitar o fechamento parcial do governo federal – num contexto de tensão entre os democratas e o presidente Donald Trump, que quer a todo custo 5 bilhões de dólares para construir um muro na fronteira com o México.

O prazo para chegar a um acordo é 21 de dezembro à meia-noite. A partir desta segunda, democratas e republicanos têm menos de cinco dias para alcançar um acordo.

Mas cada campo parece aferrado a sua posição, o que reforça a ameaça de uma paralisia orçamentária, o temido “shutdown”.

Essa palavra que designa um bloqueio administrativo é uma situação que se repete nos sucessivos ciclos eleitorais, durante os quais o tema do orçamento sempre é objeto de árduas negociações.

Mas desta vez, a marcha de manobra de Trump será reduzida a partir de janeiro, quando a nova legislatura começar.

Os democratas retomarão o controle da Câmara dos Deputados, após a vitória nas eleições de 6 de novembro, embora os republicanos continuem a controlar o Senado.

O presidente está determinado a conseguir incluir no orçamento a construção do muro na fronteira com o México, mas os democratas não pretendem ceder nesta questão.

A janela de tempo para as negociações é limitada: os senadores voltam a Washington nesta segunda, mas os deputados só na quarta-feira, quando faltarão apenas dois dias para o prazo final.

Ao contrário de outras paralisações orçamentárias anteriores, o congelamento de fundos perto do Natal teria um escopo limitado, uma vez que o Congresso já aprovou financiamento para 75% dos poderes executivos.

No entanto, os efeitos são difíceis de prever, uma vez que este distúrbio afetará departamentos como o de Segurança Interna, o de Justiça, o de Habitação e até mesmo o Departamento de Estado – deixando milhares de funcionários em licença sem pagamento.

(AFP)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
SAINT MICHAEL
Philip Kosloski
Oração a São Miguel por proteção contra inimi...
Pe. Zezinho
Francisco Vêneto
Duas emissoras brasileiras deturpam fatos em ...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia