Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Cadastre-se e receba Aleteia diretamente em seu email. É de graça.
Receber

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Os segredos da vitalidade do Papa Francisco

POPE FRANCIS
Antoine Mekary | ALETEIA | I.Media
Compartilhar

Detalhes do dia a dia revelam como o Santo Padre consegue manter a saúde, a simplicidade e a alegria em alta

Clique aqui para abrir a galeria de fotos

A simplicidade, combinada com uma boa dose de humor, permite ao Papa Francisco, de 82 anos, viver em harmonia consigo mesmo e com os outros. Em diferentes entrevistas, o Bispo de Roma deu conselhos sobre seu jeito de ser e sua “paz interior”. E, com um sorriso no rosto – como de costume – sempre faz questão de assinalar: “Não sei se é um segredo… Minha paz é um dom do Senhor. Espero que ela não me deixe”. 

Confiar em São José 

“Se eu tenho um problema, escrevo uma mensagem em um papel para São José e coloco debaixo do quadro que eu tenho dele no meu quarto”, explicou Francisco ao Corriere della Sera em 2017. “É uma imagem de São José dormindo. Agora, ele dorme sobre um colchão de notas”, acrescentou o Santo Padre. 

Repousar e ouvir Deus 

Todos os dias, o Papa tira um momento de “repouso no Senhor” para conhecer a vontade de Deus. Por quê? Porque, como ele mesmo diz, “Ele nos revela seu plano de amor quando estamos em repouso”. Este repouso é necessário “para a saúde de nosso espírito e do nosso corpo”, afirma o pontífice. 

Dormir às 21h e acordar às 4h 

Embora a agenda do Papa seja sempre lotada, ele consegue manter um ritmo diário regular. O Bispo de Roma vai dormir às nove da noite todos os dias e sempre acorda às quatro horas da manhã. Segundo fontes vaticanas, ele sempre tira um cochilo depois das refeições. Em uma entrevista ao canal TV2000, Francisco revelou que, às vezes, dorme rezando – e se defendeu: “Santa Teresinha do Menino Jesus dizia que ela também fazia isso e que isso agradava a Deus”. 

Rezar: o melhor remédio contra o estresse 

O Papa Francisco afirma que a melhor forma de combater o estresse é a oração. E ele reza muito: “Rezo à minha maneira. A Missa todos os dias. O rosário… Quando rezo, recorro sempre à Bíblia. Então, a paz cresce dentro de mim”. 

Manter sempre o bom humor 

Com o Papa Francisco, o bom humor invadiu os muros do Vaticano, tropeçando um pouco nos costumes da Santa Sé. Em livro dedicada aos jovens, Francisco descreve o senso de humor como uma qualidade que nunca deve faltar ao cristão, pois é dele que depende “a capacidade de aproveitar a vida, de se entusiasmar”. E prossegue o Santo Padre: “A vida é uma coisa muito séria para ser vivida seriamente”. 

Para nunca perder o bom humor, há 40 anos ele repete a oração de São Tomás Moro: 

Senhor, dai-me uma boa digestão,

mas também algo para digerir.

Dai-me a saúde do corpo, mas também

o bom humor, necessário para mantê-la.

Dai-me, Senhor, uma alma simples,

que saiba aproveitar tudo o que é bom

e que não se assuste quando o mal chegar,

e sim que encontre a maneira de colocar as coisas no lugar.

Dai-me uma alma que não conheça o tédio

nem os resmungos, suspiros e lamentos,

e não permitais que eu me atormente demais

com essa coisa incômoda demais chamada “eu”.

Dai-me, Senhor, senso de humor!

Amém.

Dizer não ao pecado e sim a Deus 

O pontífice não hesita em dizer: “o que envelhece não é a idade, mas o pecado”. 

Seguindo o exemplo de Maria, Francisco convida a todos a pedir a graça de permanecerem jovens, dizendo não ao pecado e vivendo uma vida iluminada. Como? Dizendo sim a Deus. 

Abaixo, um show de imagens que revelam a simplicidade e a ternura do Papa Francisco!

Boletim
Receba Aleteia todo dia
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.