Aleteia
Terça-feira 27 Outubro |
São Fulco
Estilo de vida

Problemas com filho adolescente? Experimente estas dicas simples e eficazes

MOTHER TEEN

Alena Ozerova I Shutterstock

Mathilde de Robien - publicado em 25/12/18

Como construir um relacionamento confiável e duradouro

Qualquer pai ou mãe dirá: o relacionamento com os filhos muda drasticamente quando eles atingem o estágio da adolescência.

Os pais não podem apenas exercer sua autoridade e esperar que seus filhos jovens adultos a aceitem prontamente. Eles precisam orientar seus adolescentes diariamente por meio de conversas e exemplos – nem sempre é fácil com todos os hormônios pulsando em suas veias!

Mas não desista. Pascale Morinière, médica de família e vice-presidente da Associations Familiales Catholiques (AFC – Associações Familiares Católicas), que recentemente escreveu “Socorro, meu bebê cresceu!” (Au secours, mon bébé a grandi!), fundamentalmente acredita que “precisamos ouvi-los, aceitar o debate, incentivá-los a se questionar, apontar as consequências e passar tempo com eles quando precisam – e continuar confiando neles”.

Apenas definir limites e proibições não será suficiente. A melhor proteção é educar nossos adolescentes continuamente, promovendo um relacionamento de apoio e diálogo que deve ser estabelecido desde o início de sua infância. Isso requer investimento: tempo, coragem e certa habilidade na arte de falar com nossos filhos adolescentes, que muitas vezes relutam em compartilhar seus sentimentos mais íntimos com os pais.

Use uma terceira pessoa

Um truque para abordar assuntos íntimos sem invadir a vida de nossos filhos adolescentes é referenciar uma terceira pessoa – como um amigo, parente ou personagem de um livro ou filme. Ele nos permite enviar uma mensagem enquanto mantemos a distância apropriada, e também os convida a refletir mais objetivamente sobre sua situação, tomando distância dela: “Ele tinha um problema com X, e ele fez Y… funcionou para ele. O que você acha?”. “Ela sentiu X. Como você acha que ela deveria ter lidado com isso?”. Apesar de não ser fácil de usar diariamente, esse método é particularmente útil quando se reflete em um livro, filme ou situação relativa às pessoas fora da família.

FAMÍLIA
Shutterstock

Explique seu raciocínio

Os adolescentes precisam de pais que sejam firmes – que saibam dizer não e que não tenham medo de ter uma conversa aberta com seus filhos adolescentes, escutando verdadeiramente o que eles têm a dizer.

Entrando, um diálogo não é o mesmo que concordar com as ações ou opiniões do seu jovem. Pelo contrário, isso mostra que estamos levando nossos adolescentes a sério e que, como pais, queremos gastar tempo explicando nosso ponto de vista.

Se palavras de recusa são acompanhadas de explicações – se elas são redigidas com calma e sem levantar a voz, e olhando os nossos filhos nos olhos – isso significa que, ao mesmo tempo em que colocamos limites, estamos afirmando a dignidade de nossos filhos, como se dissesse: “Você é importante aos meus olhos, você é precioso e eu estou cuidando de você”. Isso um adolescente pode entender.

Saiba escutar

A escuta ativa é necessária para estabelecer um diálogo real com um adolescente. Se dermos um ouvido distraído aos seus comentários, enquanto esvaziamos a máquina de lavar roupa ou olhamos para os nossos smartphones, eles rapidamente pensam que não são realmente apreciados e acabam se fechando em silêncio.

FILHA ADOLESCENTE
Shutterstock

Faça perguntas abertas

Começar uma conversa é mais fácil quando fazemos perguntas abertas, que estimulam o adolescente a se abrir mais, pelo menos reservando um tempo para responder com um pouco mais de substância do que resmungos impossíveis de entender. Um exemplo fácil seria: “Como foi seu dia?”, em vez de “Você teve um bom dia?”.

Dê a oportunidade para o diálogo continuar

Para facilitar a realização de uma conversa real e criar um ambiente de confiança, não interrompa o seu filho! Deixe-os falar em seu próprio ritmo, mesmo que isso inclua momentos de silêncio (deixe-os pensar – nem sempre precisamos preencher o silêncio com palavras!). Não hesite em reformular suas observações para garantir que você entendeu adequadamente os sentimentos deles. Por fim, mostre a eles a gentileza, olhe-os nos olhos e mostre-lhes sinais de que você está interessado em suas atitudes e palavras.

CONSELHOS MÃE E FILHA
Shutterstock

Também é importante que deixemos nossos adolescentes calados às vezes e que não tentemos forçar uma conversa. Às vezes, eles precisam de um tempo sozinhos para lidar com todas as complicações em suas vidas. Eles precisam de espaço, e eles podem se tornar grosseiros se não se sentirem como se tivessem! O importante é observar nosso comportamento incomum e gentilmente abordar isso, se necessário.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
Paternidade
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
SAINT MICHAEL
Philip Kosloski
Oração a São Miguel por proteção contra inimi...
São Padre Pio de Pietrelcina
Oração de cura e libertação indicada pelo exo...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia