Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 31 Outubro |
Beato Domingos Collins
home iconAtualidade
line break icon

Desastres naturais ameaçam 'outros Bali' da Indonésia

Semi / AFP

People gather salvageable items from damaged buildings on Carita beach on December 23, 2018, after the area was hit by a tsunami that may have been caused by the Anak Krakatoa volcano. - At least 43 people have been killed and nearly 600 injured in a tsunami in Indonesia that may have been caused by a volcano known as the "child" of the legendary Krakatoa, officials said on December 23. Hundreds of buildings were destroyed by the wave, which hit beaches without warning in South Sumatra and the western tip of Java about 9.30 pm local time (1430 GMT) on December 22, national disaster agency spokesman Sutopo Purwo Nugroho said in a statement. (Photo by Semi / AFP)

Agências de Notícias - publicado em 03/01/19

O tsunami que no mês passado deixou mais de 400 mortos na costa do estreito de Sonda põe em xeque o futuro econômico

Com suas praias, seu vulcão no horizonte e seu santuário para rinocerontes, Tanjung Lesung, na Indonésia, aspira a ser um “novo Bali”, mas os desastres naturais podem pôr fim à sua ambição.

O tsunami que no mês passado deixou mais de 400 mortos na costa do estreito de Sonda põe em xeque o futuro econômico desta e de outras regiões que querem alavancar o turismo.

Em Tanjung Lesung, o tsunami chegou à noite, sem avisar, após parte da cratera do vulcão Anak Krakatoa ter desabado no oceano em decorrência de uma erupção. Mais de 100 pessoas que estavam no hotel Tanjung Lesung Beach morreram, e outros estabelecimentos foram devastados, incluindo os bangalôs da praia.

O ministro indonésio do Turismo, Arief Yahya, ordenou que a cidade volte a ser reconstruída em um prazo de seis meses.

“As catástrofes podem acontecer em qualquer lugar da Indonésia”, disse o ministro à AFP, em uma visita recente à cidade.

“São necessários sistemas de alerta de tsunamis, sobretudo, nas zonas turísticas. E vamos instalá-los”, garantiu.

Diferentemente daqueles provocados por terremotos, os tsunamis provocados por vulcões deixam muito pouco tempo para as autoridades alertarem a população.

– 14 milhões de turistas –

Este foi o caso do último tsunami, detectado apenas quando a onda já havia chegado à costa de Java e Sumatra.

“Agora, será ainda mais difícil a promoção [do turismo na região], porque os edifícios estão destruídos, e o vulcão é mais ativo”, afirma Tedjo Iskandar, um especialista em turismo que trabalha em Jacarta.

No ano passado, pelo menos 42% dos 14 milhões de turistas estrangeiros que viajaram para a Indonésia foram para Bali. Esse fluxo significou uma receita de US$ 17 bilhões.

O objetivo é atrair os investidores de China e Singapura, entre outros, para chegar a 20 milhões de turistas anuais.

Na lista também estão o templo de Borobodur, a ilha paradisíaca de Belitung, a ilha de Lombok, o Lago Toba, em Sumatra, o espetacular vulcão Bromo, ou o parque nacional Komodo, onde vivem os famosos dragões.

O tsunami pode pôr esses planos de investimento em risco, como no caso dos US$ 4 bilhões previstos para Tanjung Lesung.

Lombok também se viu afetada este verão por um sismo que deixou mais de 500 mortos e levou a uma fuga em massa dos turistas. Semanas antes, o naufrágio de uma balsa no lago Toba havia deixado cerca de 200 mortos e desaparecidos.

E, em maio, Surabaya, a segunda cidade do país, foi palco de vários atentados suicidas reivindicados pelo grupo extremista Estado Islâmico (EI).

– Sismos –

No final de 2017, o vulcão Agung voltou a entrar em atividade e deixou milhares de turistas bloqueados em Bali.

No segundo semestre de 2018, o número de turistas na Indonésia despencou, em consequência dos terremotos em Lombok, de um sismo e de um tsunami nas ilhas Célebes, assim como de um acidente de avião da Lion Air, em um voo Jacarta-Pangkal Pingang, uma localidade de passagem para os turistas que vão a Belitung. O acidente deixou 189 mortos.

A Indonésia é um dos países do mundo com mais catástrofes naturais, porque se encontra no chamado Cinturão de Fogo do Pacífico. Esta é uma zona de forte atividade sísmica e vulcânica.

As catástrofes mais recentes são a prova da falta de preparação frente ao risco de catástrofes naturais.

Na cidade de Palu, a mais afetada pelo sismo e pelo tsunami nas Célebes, os sistemas de alerta de tsunami não funcionavam desde 2012 por falta de orçamento, ou de problemas técnicos.

(AFP)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Brasileira Simone Barreto Silva é vítima de ataque terrorista na catedral de Nice
Reportagem local
Brasileira é vítima no ataque terrorista na c...
Reportagem local
França: atentado na basílica de Notre Dame em...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Pe. Robson de Oliveira
Francisco Vêneto
Defesa desmente Fantástico, da TV Globo, em n...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia