Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Cadastre-se e receba Aleteia diretamente em seu email. É de graça.
Receber

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Prepare-se para chorar: 3 músicas e vídeos arrepiantes ligados a São João Paulo II

SŁYNNE GESTY JANA PAWŁA II
JANUSZ ROSIKOŃ/FOTONOVA
Compartilhar

Além das letras tocantes, é impossível não se emocionar profundamente com o contexto e as histórias ligadas a cada uma dessas 3 canções inesquecíveis

1 – “Um homem que veio de longe”… e que parte, vestido de branco…

Quando foi eleito Papa, o cardeal Karol Wojtyla se apresentou ao mundo como “um homem que veio de longe“, daquela Polônia aprisionada pela Cortina de Ferro, tão próxima geograficamente, mas tão afastada do mundo ocidental e tão periférica em relação ao tradicional centro dirigente do catolicismo. Foi inspirado nesse “homem vindo de longe” que o célebre e popular cantor e compositor italiano Amedeo Minghi escreveu a letra da canção “Un uomo venuto da lontano“. No vídeo, você assiste a momentos marcantes e eternos do pontificado de São João Paulo II, o que “homem que se aproximava”.

Para acompanhar a letra original em italiano e sua tradução ao português, acesse o seguinte artigo:

*

2 – “O Peregrino” e o inesquecível menino da voz de anjo

Primeira visita do Papa São João Paulo II à Venezuela, em janeiro de 1985: a voz preciosa do menino Adrián Guacarán se destaca na missa multitudinária que São João Paulo II presidia em campo aberto em Ciudad Guayana. Ninguém esperava. Quando a voz do menino se levantou, um silêncio absoluto e fascinado reinou entre a multidão. E o Santo Padre se comoveu até as lágrimas! Tanto que, ao longo da visita, ele pediu diversas vezes que repetissem a marcante canção “El Peregrino”, gravada na memória do povo venezuelano como um dos episódios mais bonitos da história recente desse país – hoje martirizado por uma ideologia raivosa que o vem reduzindo à miséria.

O próprio Adrián foi uma vítima jovem da crise que assola também os serviços de saúde da Venezuela bolivariana: sem poder contar com um tratamento adequado, ele partiu desta vida aos 44 anos, em novembro de 2017, por insuficiência renal, deixando um filho de 13 anos de idade.

Arrepie-se (e nem tente segurar as lágrimas) com a sua voz de anjo que fez história:

*

3 – “A bênção, João de Deus!”

Ao Brasil, São João Paulo II veio 4 vezes – foi um dos países mais visitados pelo Papa polonês. Já na primeira visita, de 30 de junho a 12 de julho de 1980, uma canção de boas-vindas se consagrou para sempre como um verdadeiro “hino brasileiro” em homenagem ao Papa: “A bênção, João de Deus“, do compositor Paulo Roberto, repetida em todas as demais visitas de São João Paulo II ao país com igual entusiasmo e sob comoção generalizada. Com a letra, consagrou-se também o emblemático apelido carinhoso dedicado ao Papa que vinha de longe: “João de Deus“; um apelido que não foi o Papa quem atribuiu a si mesmo, mas sim o povo, em espontânea homenagem, quem o deu a um homem que literalmente desgastou a vida até o último suspiro para testemunhar a Deus.

É quase impossível não se emocionar até as lágrimas ao rever, ao som de “A bênção, João de Deus“, as imagens grandiloquentes dos encontros desse grande santo do século XX com as multidões a perder de vista que se reuniam para acompanhá-lo em suas peregrinações como Apóstolo de Cristo – inclusive porque milhões de nós e dos nossos contemporâneos tivemos o privilégio de vê-lo ao vivo em alguns desses encontros inesquecíveis! O seguinte vídeo, compartilhado no YouTube pelo Ministério de Música Fonte de Adoração, nos presenteia com cenas arrebatadoras das viagens apostólicas do Papa Peregrino ao Brasil e a dezenas de outras nações de toda a Terra.

*

 

São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.