Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Como não deixar que a pressão leve você à exaustão

CHECKLIST
Compartilhar

Para evitar uma espiral de exaustão, lembre-se de ser realista

Muitas vezes, nós nos sentimos sobrecarregados com as coisas que precisamos fazer e nos queixamos da nossa incapacidade de acompanhar tudo isso. Podemos acabar indo para a cama à noite com um nó no estômago, passando por uma ladainha de “deveres” como:

Eu deveria ter mais tempo para meu marido e filhos.
Eu deveria visitar mais meus pais.
Eu deveria ter terminado a pós-graduação e os cursos profissionais.
Eu deveria me exercitar mais.
Eu deveria estar mais envolvido na minha igreja.
Eu deveria passar mais tempo com minha família.
Eu deveria…

O que você pretende fazer? Olhando para todas as coisas que achamos que devemos fazer para/com nossa família, amigos, trabalho ou até mesmo sozinhos, às vezes a lista é tão longa que, embora façamos um grande esforço, simplesmente não é possível fazer tudo.

Acabamos nos sentindo culpados, por isso, apesar de estarmos muito cansados, tentamos verificar tudo na lista. Nós nos espalhamos, e mesmo as coisas que completamos, podemos não fazer tão bem quanto deveríamos – e a lista de compromissos cresce mais e nosso tempo desaparece.

Em vez de tentar cumprir todas as coisas que você acha que deveria fazer… pare. Respire fundo e pense em tudo o que você acha que deve realizar. Anote e divida entre quatro categorias:

1. Família
2. Relacionamentos
3. Trabalho
4. Você mesmo

Deveres profissionais são um mundo próprio, e depende muito do tipo de trabalho que você tem. Por enquanto, vamos nos concentrar nas outras três categorias: as relativas à vida pessoal.

Deveres familiares

Estas são as coisas que você precisa fazer para seu cônjuge, filhos, pais e família. Verifique se há outras expectativas para você nessa lista que você não precisa cumprir.

Uma das minhas clientes compartilhou comigo seus sentimentos sobre o fardo de ter que ligar para a mãe todos os dias. Ela me disse: “Sabe, ela espera que eu ligue para ela todos os dias, ou a cada poucos dias pelo menos, para atualizá-la sobre minha vida. Quando chego em casa do trabalho, brinco com as crianças, converso com meu marido, depois limpo um pouco e estou cansada. Eu realmente não quero falar com ela, mas sinto que deveria, porque se não, ela ficará infeliz”.

Às vezes, o que sentimos que precisamos fazer é resultado das expectativas de outra pessoa, que não precisamos cumprir. Você não é responsável pela felicidade de seus pais. Não é seu trabalho mantê-los entretidos. Você tem sua própria vida. Pense em quanto você pode oferecer ao seu marido, aos seus filhos e aos seus pais e família. Sua energia é limitada, e você precisa administrá-la sabiamente, para que não acabe caindo numa espiral de exaustão: você se cansa de tentar cumprir todos os seus deveres percebidos e, por estar exausto, fica ainda menos capaz de cumprir seus deveres.

Deveres de relacionamento

Os deveres de relacionamento abrangem tudo o que você acha que deve fazer por seus amigos ou pelas organizações às quais você pertence (como sua igreja, clube do livro ou equipe esportiva). Talvez você ache que deveria estar mais engajado e dar mais de si mesmo. Você não quer ser egoísta, mas ao mesmo tempo, há limites para a sua energia.

É bom lembrar que cuidar de si não significa que você é egoísta. As pessoas que respeitam os limites e as capacidades dos outros também entendem que existem diferentes fases da vida; há momentos para dar e momentos para receber dos outros. Isso é natural. Em diferentes fases da vida (quando você é um estudante, ou uma pessoa que trabalha, solteiro ou recém casado; um pai de filhos pequenos, ou de adolescentes, ou um avô etc.) você tem mais ou menos tempo para se envolver projetos diferentes. Aceite esse fato e defina seus limites sem remorso.

Deveres para si mesmo

Recentemente, ouvi de um amigo: “Zuza, sinto que deveria fazer muito: fazer aulas extras, ir à academia e, ao mesmo tempo, ter uma vida social mais ativa, ou nunca encontrarei um marido. Eu tenho 30 anos. Pessoas da minha idade já têm famílias; elas são profissionalmente estabelecidas. E eu? Eu continuo procurando, e estou apenas começando a arrumar minha vida”.

As coisas que sentimos que deveríamos estar fazendo muitas vezes vêm de nos compararmos com os outros: “Se alguém já alcançou tal e tal coisa, então eu deveria ter também”Nós tendemos a ter essa percepção de que há datas fixas ou limites de idade para fazer certas coisas.

Você realmente tem que terminar a faculdade antes dos 25 anos de idade, se casar antes dos 30 anos e alcançar o sucesso profissional aos 40 anos? E se o seu sucesso chegar aos 42 anos? Ou você conhece o amor da sua vida e está pronto para se casar aos 36 anos?

Cada um de nós segue nosso próprio caminho. Todo mundo começa de um lugar diferente. Seja misericordioso consigo mesmo e jogue fora os falsos deveres que fazem você se sentir deprimido e fraco em vez de feliz e motivado.

Analise todos os seus deveres e risque aqueles que são resultado das expectativas irracionais de outras pessoas, da pressão social ou do seu próprio perfeccionismo. Olhe o que sobrou e veja se você pode transformar todos os deveres em desejos. É muito mais fácil fazer o que você quer do que fazer o que você deveria.

São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.