Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quarta-feira 14 Abril |
São Telmo
home iconEspiritualidade
line break icon

Por que rezar nos momentos de angústia?

WOMAN ANXIETY

Makler0008 - Shutterstock

Lorena Moscoso - publicado em 08/01/19

Você já percebeu como algumas pessoas são capazes de atravessar momentos de sofrimento com certa serenidade? A oração pode estar por trás disso

Algumas pessoas passam pela dor, pela doença ou pela morte de um familiar com uma paz que chama a atenção.

Em alguns casos, a serenidade diante da morte é confundida com frieza. Às vezes, parece que quem sofre uma perda provavelmente fica até sem lágrimas.

Mas há pessoas que definitivamente carregam uma paz diferenciada, que, apesar de passar por uma grande dor física e emocional, parece que têm espírito de pedra.

Esta qualidade não é somente uma característica da personalidade, mas um fruto da oração, da fé e da esperança por saber que tudo está nas mãos de Deus.

Lembro que, quando eu tinha apenas dois anos, fui viajar com minha família. Visitávamos um parque ao qual se chegava de trem.

Na hora de voltarmos para casa, quando o trem começava a anunciar a partida, percebi que não havia nenhum dos meus familiares ao meu redor. Senti um pavor imenso.

Naquele momento, eu tinha a certeza de que não veria mais a minha família e que eu estava metida no pesadelo mais cruel, do qual jamais eu sairia.

Eu girava sobre mim mesma, abrindo e fechando os olhos para que as lágrimas escorressem e me deixassem ver com maior clareza um rosto conhecido.

Mas eu não via ninguém naquela multidão, que se apressava para subir no trem. Estava sozinha, estava desesperada. Ninguém parava para me ajudar.

Após um tempo, reconheci meu pai no meio das pessoas. Ele veio correndo e me tomou nos braços para pegarmos o trem. Depois disso, não lembro de mais nada.

Esta experiência me faz pensar muito em como nós nos sentimos quando atravessamos alguma preocupação, dor, circunstâncias críticas e extremas.

Ficamos com o coração e a mente divididos. Buscamos desesperadamente recursos que nos proporcionem soluções, recordamos o passado e tememos o futuro.

A angústia se apodera de toda a nossa existência e acabamos extenuados, pois não encontramos descanso e prevemos uma catástrofe.

Ligados ao último fio de esperança, recordamos o mais básico que, em algum momento, aprendemos: juntamos as mãos e começamos a rezar.

A experiência de muitas pessoas com a oração pode ser frustrante: não sabem como rezar porque não conhecem a Cristo ou têm uma vida espiritual imatura. No entanto, fora um sem-fim de resultados queuma prece bem feita tem, a oração possui algo que não deixa de me assombrar: ela é capaz de nos ancorar, de nos reunir e nos prender a algo maior.

Apesar do sofrimento, quando oramos temos a convicção de que não estaremos à mercê de nossas emoções.

Estáveis e serenos, temos a capacidade de ver e refletir com maior clareza sobre tudo o que acontece.

A oração abre as portas e mostra novos caminhos, transforma e cura.

Esta é a razão pela qual vemos essas pessoas que levam suas crises com a maior serenidade.

Se elas se sentem protegidas pelas mãos de Deus, Ele passa a ser o foco principal, a fonte de paz e crescimento. Não sei ainda se saberia rezar quando tive aquela experiência ainda tão pequena, mas posso ver que, talvez, a razão pela qual eu não me lembre de nada mais depois de ter sido tomada nos braços do meu pai é o que me faz descansar tranquila. A calma e a segurança tinham sido devolvidas ao meu coração.


WOMAN,MASS,CANDLES

Leia também:
Como rezar, se eu ainda não aprendi a falar com Deus?

Tags:
DescansoEsperançaOração
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
PRINCE PHILIP
Cerith Gardiner
11 fatos interessantes sobre o falecido príncipe Philip
2
MIGRANT
Jesús V. Picón
O menino perdido no deserto nos convida a refletir
3
DIVINE MERCY
Reportagem local
Como obter indulgência plenária no Domingo da Divina Misericórdia...
4
LOVE AND MERCY FILM
Aleteia Brasil
O filme sobre Santa Faustina e a Divina Misericórdia já está disp...
5
Pe. Gabriel Vila Verde
Reportagem local
Ditadores proibiram missas ao longo da história, recorda pe. Gabr...
6
Jim Caviezel
J-P Mauro
Jim Caviezel fez o que pode ser considerado um dos maiores discur...
7
Aleteia Brasil
Havia um santo a bordo do Titanic?
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia