Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 17 Setembro |
São Roberto Belarmino
home iconReligião
line break icon

Papa: “Insistam na oração: Deus atende sempre!”

POPE FRANCIS GENERAL AUDIENCE

Antoine Mekary | ALETEIA | I.MEDIA

Reportagem local - Vatican News - publicado em 10/01/19

"Rezar é a vitória sobre a solidão e o desespero"

Dando sequência à série de catequeses sobre o Pai-Nosso, o Papa Francisco falou na audiência geral desta quarta-feira, 9, sobre a oração perseverante. Ele partiu da passagem de São Lucas 11, 9-13: “Batei e vos será aberto”. Falando aos 7 mil peregrinos presentes na Sala Paulo VI, Francisco recordou:

“Jesus é sobretudo um orante”.

Cada passo na vida de Jesus “é como que movido pelo sopro do Espírito, que O guia em todas as Suas ações”. O Papa evocou, por exemplo, a Transfiguração, o batismo no Jordão, a intercessão por Pedro. Nas decisões mais importantes, Jesus “se retira frequentemente para a solidão, para rezar. Até a morte do Messias está mergulhada num clima de oração, tanto que as horas da Paixão parecem marcadas por uma calma surpreendente”. Jesus consola as mulheres, reza pelos que O crucificam, promete o Paraíso ao bom ladrão e expira dizendo: “Pai, nas tuas mãos entrego o meu espírito”.

“A oração de Jesus parece abrandar as emoções mais violentas, os desejos de vingança; reconcilia o homem com seu mais amargo inimigo: a morte”.

Dirigir-se a Deus como Pai

Segundo o Evangelho de Lucas, um de Seus discípulos pede que o próprio Jesus os ensine a rezar. O Papa observou:

“Também nós podemos dizer isto ao Senhor: ensina-me a rezar”.

E deste pedido dos discípulos, Francisco explica:

“Nasce um ensinamento bastante extenso, através do qual Jesus explica aos seus com que palavras e com que sentimentos devem dirigir-se a Deus. A primeira parte deste ensinamento é justamente a oração ao Pai (…). O cristão se dirige a Deus chamando-O de ‘Pai'”.

Aliás, nós podemos estar em oração “somente com esta palavra: Pai; e sentir que temos um Pai, não um patrão, nem um padrinho, mas um Pai!“.

Para dar confiança à oração, Jesus nos exorta também a perseverar. Ele o ilustra com uma parábola, conforme o Papa nos lembra:

“A parábola do amigo inoportuno, que vai perturbar toda uma família que dorme porque, de forma inesperada, uma pessoa chegou de viagem e ele não tem pão para oferecer a ela. Jesus explica que se [o dono da casa] não se levantar para dar o pão por causa do seu amigo, no mínimo vai se levantar por causa da importunação. Com isto, Jesus quer ensinar a rezar, a insistir na oração”.

A oração sempre transforma a realidade

Jesus faz entender que Deus responde sempre, que nenhuma oração fica sem ser ouvida:

“Ele é Pai e não Se esquece dos Seus filhos que sofrem”.

E o Papa complementa:

“Essas afirmações nos colocam em crise, porque muitas das nossas orações parecem não ter resultado algum. Quantas vezes pedimos e não obtemos! Todos temos experiência disto: batemos e encontramos uma porta fechada… Jesus nos recomenda, nesses momentos, insistir e não nos darmos por vencidos. A oração sempre transforma a realidade, a oração sempre transforma, sempre, transforma a realidade: se não mudam as coisas à nossa volta, pelo menos ela nos muda, muda o nosso coração. Jesus prometeu o dom do Espírito Santo a todo homem e mulher que reza. Podemos estar certos de que Deus responderá. A única incerteza é devida aos tempos, mas não duvidamos de que Ele responderá. Talvez tenhamos que insistir durante toda a vida, mas Ele responderá. Ele prometeu. Ele não é como um pai que dá uma serpente em vez de um peixe. Não há nada de mais certo: o desejo de felicidade que todos nós trazemos no coração um dia se realizará. Jesus diz: ‘Não fará Deus justiça aos seus eleitos, que clamam dia e noite a Ele?’. Sim, Ele fará justiça, nos escutará. Que dia de glória e de ressurreição será esse!”.“Rezar é desde agora a vitória sobre a solidão e o desespero. É como ver cada fragmento da criação que fervilha no torpor de uma história da qual às vezes não entendemos o porquê. Mas está em movimento, a caminho, e, no final de cada estrada, ao fim da vida, há um Pai que espera por tudo e todos de braços bem abertos! Olhemos para este Pai!”.

_____________

A partir de Vatican News

Tags:
OraçãoPapa Francisco

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Pe. Zezinho
Reportagem local
Pe. Zezinho faz alerta sobre orações de cura e libertação
2
Irmã Lúcia, de Fátima, e o Papa São João Paulo II
Francisco Vêneto
O terço “funciona”, garante a Irmã Lúcia, de Fátima: e ela explic...
3
Orfa Astorga
Os erros mais comuns das sogras
4
Papa Francisco pede homilias mais curtas
Francisco Vêneto
Papa Francisco pede aos padres: façam homilias mais curtas
5
porta
Reportagem local
Capelão de hospital: ação dos anjos é fundamental na hora da mort...
6
Ricardo Sanches
Menino de 4 anos brinca de missa, conhece vários santos e surpree...
7
ROSARY
Philip Kosloski
É verdade que meu Anjo da Guarda termina de rezar o Rosário se eu...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia