Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 29 Outubro |
São Colmano
home iconEstilo de vida
line break icon

6 sintomas do vício em videogames

BOY,VIDEO,GAMES,FORTNITE

Shutterstock

Javier Fiz Pérez - publicado em 22/01/19

Pais e mães estão preocupados com o tempo que os filhos passam jogando

O vício em videogames se torna mais evidente quando a pessoa passa mais de quatro horas diárias dedicadas a esta atividade, negligenciando todo tipo de obrigações e responsabilidades.

Entre os sintomas do vício em videogames destacam-se:

  1. Isolamento social

O vício em videogames potencializa o isolamento social, que pode ser traduzido na perda de contato com amigos e familiares. Por sua vez, o isolamento social pode ser uma das causas que levam ao vício em jogos eletrônicos, já que eles podem ser tanto um entretenimento solitário para passar o tempo, quanto um meio de interagir indiretamente com outras pessoas (no caso dos jogos online);

  1. Baixo rendimento escolar

O tempo dedicado aos jogos faz com que as pessoas não invistam esforços nos estudos, o que repercute no rendimento acadêmico e atrasa a aprendizagem das competências e habilidades que são impulsionadas pela educação.

  1. Uso dos jogos como conduta compensatória

Os jogos podem ser um recurso para canalizar o estresse e a ansiedade derivados de outros problemas do dia a dia, como o fato de viver em uma família desestruturada ou o bullyng na escola;

  1. Perda da noção de tempo

O vício em videogames faz com se perca o controle da gestação do tempo, de modo que a capacidade para saber as horas que se passaram durante as partidas piora e as pessoas perdem de vista o fato de que isso atrasa outras atividades;

  1. Dores e doenças posturais

O fato de passar muitas horas seguidas jogando videogames diante do televisor ou do computador pode desenvolver problemas ósseos ou de circulação, especialmente nas costas e nas mãos;

  1. Crises de raiva diante das limitações para jogar

Quando certas situações fazem com que a partida termine ou seja interrompida, isso gera um nível de frustração que pode terminar em crises de ira e até em agressões físicas contra outras pessoas.

Mas o que faz as pessoas ficarem grudadas nas telas?

É certo que os jogos são feitos para durarem muito tempo ou para oferecerem a possibilidade de jogar várias partidas seguidas com muito tempo de duração.

Por outro lado, a dinâmica da maioria dos videogames se concentra em dar recompensas quando os jogadores superam as provas. Por exemplo: bater metas, passar de fase, eliminar um inimigo. Isso, somado a uma curva ascendente de dificuldade, faz tudo girar ao redor do condicionamento operante, o que equivale a um contínuo reforço do comportamento.

Tratamento

Além da intervenção psicológica, que é a opção recomendada quando o vício é muito intenso, há outras medidas que podem ajudar a combater o problema. As principais são:

  1. Impedir a compra de mais jogos

O fato de não ter acesso a mais jogos durante um tempo indefinido faz com que a quantidade de recompensas fique limitada, de modo que jogar sempre os mesmos títulos se transforma em um verdadeiro tédio;

  1. Conhecer outros passatempos

Ocupar o tempo com outras atividades ajuda a quebrar o ciclo do jogo, já que a pessoa entra em contato com outras rotinas e pensamentos estimulantes;

  1. Limitar o tempo exposto ao jogo

É melhor jogar durante um tempo limitado do que cortar definitivamente a possibilidade de continuar jogando, já que a segunda opção produz um sentimento de enfrentamento direto.


VIDEO GAMER

Leia também:
O que São Tomás diria sobre os videogames?

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
Vícios
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
OLD WOMAN, WRITING
Cerith Gardiner
A carta de uma irlandesa de 107 anos sobre co...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia