Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 20 Abril |
Aleteia logo
Histórias Inspiradoras
separateurCreated with Sketch.

Cura repentina de padre com grave doença chama atenção na TV e na internet

Pe. Márlon Múcio

Capturas de Tela - TV Canção Nova

Aleteia Brasil - Ancoradouro - publicado em 22/01/19

O pe. Márlon Múcio sofria de uma doença autoimune, neuromuscular e rara - até o dia em que acordou com extraordinária disposição após uma oração noturna de súplica pela cura.

O blog católico Ancoradouro noticiou em janeiro deste ano o caso de um sacerdote católico diagnosticado com miastenia gravis, uma doença autoimune, neuromuscular e rara que pode ser descrita grosso modo como uma “fraqueza muscular severa”.

Trata-se do pe. Márlon Múcio, cujo quadro progressivo de fraqueza muscular se caracterizava pela apneia grave, pela intolerância aos mínimos exercícios físicos, pela fadiga aos esforços, pelas crises de insuficiência respiratória e pela grande dificuldade em realizar atividades cotidianas de cuidado pessoal. Até mesmo para respirar ele precisou de ajuda continuada mediante ventilação mecânica não invasiva.

A doença é a mesma desta mãe que acaba de protagonizar, com seu bebê e seu esposo, uma das histórias mais emocionantes dos dias recentes:


MOTHER, SON

Leia também:
Mãe internada na UTI tem reencontro emocionante com o filho

O blog fez questão de enfatizar que o pe. Márlon é “apaixonado pelo sacerdócio“, que “a missão é o sentido da sua vida” e que ele acreditava profundamente na cura divina.

De fato, chegou o dia em que aconteceu o inexplicável: depois de mais uma oração noturna em que ele pedira a graça da cura, amanheceu com extraordinária disposição e percebeu que tinha recebido a bênção tão suplicada!

O pe. Márlon apareceu recentemente na TV Canção Nova caminhando e sem os aparelhos de ajuda à respiração.

A imagem do “antes e depois” do episódio de cura do sacerdote vem repercutindo na internet, compartilhada e “curtida” por dezenas de milhares de pessoas:

Via blog Ancoradouro

Eliana Zagui

Leia também:
Após 43 anos, mulher de 44 deixa hospital e quer vida nova: “Ajudar pessoas!”

Tags:
CuraPadresSaúde
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia