Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Receba diretamente no seu email os artigos da Aleteia.
Cadastrar-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Copie estas 9 coisas que seu filho faz e você será mais feliz

Compartilhar

Podemos ser seus professores, mas também há lições que podemos aprender com eles

Quantas vezes olhamos para as crianças e admiramos sua simplicidade e capacidade de alegria? Quantas vezes descobrimos que levar as coisas tão a sério – como se tudo dependesse de nós – é muito pesado, enquanto que confiar em nós mesmos, como uma criança, nos dá liberdade?

Precisamos valorizar o que nós, adultos, podemos aprender com as crianças. Afinal, Jesus nos ensina que precisamos nos tornar como criancinhas, e Santa Teresa de Lisieux nos deu um exemplo de santidade seguindo o “pequeno caminho” da infância espiritual. Devemos considerar a ideia de que o mesmo pode ser verdade, em alguns aspectos, em outros aspectos da nossa vida diária.

Aqui estão 9 ideias para se tornar uma pessoa mais feliz, seguindo os passos das crianças:

1. Vire a página

Você já percebeu como as crianças esquecem momentos de dificuldade e começam de novo? Elas voltam a se levantar rapidamente e, antes que você perceba, elas passaram para o próximo episódio de sua vida. Nós podemos fazer o mesmo; não se ancore em experiências ruins passadas.

2. Verdadeiramente perdoe… e esqueça

As crianças sabem perdoar e confiam facilmente novamente na pessoa no futuro. Embora precisemos aprender com a experiência, quando as pessoas demonstram verdadeiro arrependimento, precisamos estar abertos a dar-lhes segundas oportunidades. Não devemos nos apegar a rancores ou ressentimentos, o que apenas criará sofrimento.

3. Persevere

Tente uma vez, duas vezes… quantas vezes for necessário para conseguir o que precisa. As crianças tentam uma e outra vez; elas não desistem depois da primeira tentativa e não têm vergonha de falhar. Siga seus sonhos e persista. De cada tentativa, você pode aprender lições que ajudarão a fazer melhor da próxima vez.

4. “Somos bons nisso!”

Seja como indivíduo ou como parte de uma equipe, é saudável reconhecer nossos próprios sucessos e dizer a nós mesmos quando fazemos as coisas bem. A autoestima saudável nos fortalece e nos ajuda a enfrentar desafios difíceis. Não espere que outras pessoas o encorajem. Examine suas próprias forças e use-as para alcançar seus objetivos na vida.

5. Fique curioso

Não estamos falando aqui de bisbilhotar a vida de outras pessoas, mas sim de fazer perguntas sobre o mundo à nossa volta: sobre a natureza, sobre como as pessoas ao nosso redor se comportam e por que… Se você cultivar uma curiosidade saudável, será mais atento e você fará descobertas interessantes, aprendendo lições importantes sobre a humanidade. Você também aprenderá a compartilhar o que aprendeu com simplicidade e humildade.

6. Fale sobre problemas

Quando as crianças veem que há um problema, elas geralmente dizem isso. Às vezes elas ficam com raiva e às vezes choram porque não sabem se expressar adequadamente, mas sabem que precisam passar a mensagem. Muitas vezes é mais difícil para os adultos serem abertos sobre o que está errado: preocupamo-nos com o que as outras pessoas vão pensar e ficamos envergonhados… Mas, na realidade, ser sincero significa reconhecer o que é bom e o que é ruim nas situações. Se formos transparentes, nossa família nos agradecerá. Não é uma virtude evitar falar sobre problemas importantes que precisam ser resolvidos.

7. Expresse sentimentos

Manter silêncio sobre o que está acontecendo dentro de nós geralmente leva a apenas um resultado: acabamos explodindo. É muito melhor se aprendermos com as crianças, que expressam seus sentimentos mais abertamente. Fazer isso nos tornará pessoas mais simples e permitirá que outras pessoas nos ajudem mais rapidamente quando precisarmos. É mais fácil viver com alguém que não esconde todos os seus sentimentos.

8. Ria como elas fazem

Pare de se preocupar e aproveite todos os benefícios de uma boa risada. Muitas coisas que nos acontecem ao longo do dia podem ser vistas de duas maneiras: muito seriamente ou com senso de humor. Olhe para a vida com otimismo e humor e ria ao lado de seus filhos. Você descobrirá que, com um pouco de imaginação, é fácil. Tem tudo a ver com atitude!

9. Seja flexível

Se o plano A falhar, mude para o plano B com entusiasmo. As crianças não ficam presas numa rotina ou em formas convencionais de fazer as coisas. Quando suas formas usuais de fazer as coisas não estão dando resultados, tente algo novo, e você verá que ser flexível será um alívio.

Crescer e amadurecer é essencial, mas não nos esqueçamos de olhar para as crianças e ver onde perdemos algumas atitudes e comportamentos que são realmente mais saudáveis ​​do que os maus hábitos que aprendemos ao longo dos anos.

Boletim
Receba Aleteia todo dia
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.