Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Receba diretamente no seu email os artigos da Aleteia.
Cadastrar-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

JMJ do Panamá: 5 detalhes que vão te emocionar

ILE PANAMA ZAROBI
Compartilhar

Nestes dias, muitas coisas boas acontecem na vida dos jovens! Vai perder?

Clique aqui para abrir a galeria de fotos

  1. A colaboração inter-religiosa

A Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que está acontecendo no Panamá, tem um viés histórico de colaboração inter-religiosa, o que tem surpreendido muita gente. Líderes religiosos judeus, muçulmanos e de outras religiões se uniram para colaborar com a JMJ 2019. 

Por exemplo: durante a JMJ, a comunidade de judeus do Panamá abriga 49 peregrinos poloneses em suas instalações. Já a comunidade muçulmana hospeda 500 jovens, além de oferecer alimentação a eles.

2. Um grande centro de confissões para os jovens 

Os peregrinos contam com o “Parque do Perdão”, que foi localizado no maior jardim da Cidade do Panamá. São 250 confessionários pintados nas cores oficiais do evento. Tudo confeccionado por presidiários. Os jovens podem receber o Sacramento da Reconciliação nos cinco idiomas oficiais da JMJ.

© Luis Acosta / AFP
Journées mondiales de la jeunesse de Panama 2019. Le 22 janvier, la veille de l'arrivée du pape François, les pèlerins se confessent dans le « Parc du pardon ».

3. União de culturas e devoções 

Na festa da juventude, cada um oferece o melhor que tem. Pelas ruas, podemos ver bandeiras de vários países, músicas em vários idiomas, tradições, culturas e hábitos diferentes. Tudo compartilhado em harmonia entre os participantes. 

As devoções também são compartilhadas. A Virgem de Guadalupe está na JMJ, assim como Santa Maria La Antigua, Nossa Senhora de Luján, de Coromoto etc. 

panama
FACEBOOK PROFIL SVETOVNI DAN MLADIH

4. A solidariedade 

A imagem abaixo é uma das primeiras a marcar a JMJ. Um grupo de jovens levanta um companheiro na cadeira de rodas para que ele consiga ver o Papa. 

PANAMA
Facebook Jornada Mundial de la Juventud

Este é só um exemplo. Nas ruas, dá pra ver jovens se ajudando uns aos outros. Não há barreiras, nem mesmo as dos idiomas. A língua dos jovens é a solidariedade. 

5. Ninguém fica excluído 

Jovens indígenas católicos de 12 países resgataram a memória viva dos povos e a importância de viver em harmonia com a mãe terra. Eles têm um protagonismo especial na Jornada. 

Depois de receberem a mensagem do Papa Francisco no início da EMJI, em que ele convida a juventude indígena a “resgatar as raízes, pois das raízes vem a força que vai fazê-los crescer, florir e frutificar”, os jovens reunidos no Panamá demonstraram adesão às palavras de Francisco. 

Clique em “Abrir a galeria de fotos” e confira as melhores imagens da JMJ 2019 até agora!