Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Segunda-feira 21 Junho |
São Leufredo
home iconAtualidade
line break icon

Tragédia em Brumadinho: bombeiros mantêm buscas por sobreviventes

Presidência da República/Divulgação

Agências de Notícias - publicado em 26/01/19 - atualizado em 26/01/19

Imagens aéreas mostram casas destruídas, animais enlameados e veículos cobertos pela maré marrom

Os bombeiros continuaram as buscas por sobreviventes neste sábado (26) em Brumadinho, a 60 km de Belo Horizonte, onde na sexta-feira o rompimento de uma barragem de contenção de resíduos da Vale deixou, até o momento, 34 mortos e mais de 290 desaparecidos.

Um porta-voz dos bombeiros informou à tarde que todos os ocupantes de um ônibus em uma área de difícil acesso, onde tinham expectativas de encontrar pessoas com vida, estavam mortos.

“Só confirmamos óbitos”, disse o tenente Pedro Aihara, sem dar números.

Esse era um dos quatro pontos identificados anteriormente com possíveis sobreviventes. As buscas agora continuam em uma comunidade, um prédio e uma locomotiva.

A catástrofe aconteceu no início da tarde de sexta-feira no município de Brumadinho e sepultou boa parte das instalações do complexo mineiro Córrego do Feijão, da mineradora Vale.

O desespero toma conta de quem não sabe o paradeiro de familiares e de amigos.

“Tinha gente aqui, casas. Estou arrasada com esta tragédia”, disse à AFP Rosilene Aganetti, de 57 anos, apontando para o rio de lama que corre em uma região vizinha.

Imagens aéreas mostram casas destruídas, animais enlameados e veículos cobertos pela maré marrom, que também toma conta da vegetação nesta área.

O governador do estado, Romeu Zema, afirmou na sexta-feira à noite que as chances de encontrar sobreviventes eram “mínimas”.

Os trabalhos de busca devem se estender durante semanas, “para que possamos dar notícias a todas as famílias dos desaparecidos”, informou o comandante do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, coronel Edgard Evesto.

O último balanço dava conta de 34 mortos e 299 desaparecidos, 166 deles funcionários da Vale. Foram resgatadas com vida 176 pessoas, e 23 delas estão hospitalizadas.

O dia amanheceu com sol em Brumadinho, mas durante a tarde houve pancadas de chuvas que podem atrapalhar as buscas.

– Vale na mira –

“Faremos o que estiver ao nosso alcance para atender as vítimas, minimizar danos, apurar os fatos, cobrar justiça e prevenir novas tragédias como a de Mariana e Brumadinho”, tuitou o presidente Jair Bolsonaro, que sobrevoou a região de helicóptero na manhã deste sábado.

Em novembro de 2015, o rompimento da barragem de Fundão em Bento Rodrigues, distrito de Mariana, a 125 km de Brumadinho, que deixou 19 mortos e provocou uma enxurrada de resíduos que contaminou terras e rios ao longo do Rio Doce em Minas Gerais e Espírito Santo, até chegar ao mar.

Aquela barragem pertencia à Samarco, empresa controlada pela Vale e pela anglo-australiana BHP-Billiton.

O governo anunciou neste sábado a aplicação de uma primeira multa de R$ 250 milhões à Vale por crimes ambientais.

A secretaria estadual de Meio Ambiente também prepara outra multa, e a Justiça de Minas Gerais decretou o bloqueio de R$ 1 bilhão da Vale para ressarcir as vítimas.

Segundo o presidente da Vale, Fábio Schvartsman, a represa não era usada há três anos e era verificada regularmente.

“É incrível: três anos e dois meses depois de Mariana, outro acidente na mesma região e com as mesmas características. Podemos dizer que não houve nenhum avanço com relação às medidas de governo, nem às práticas empresariais”, disse à AFP o diretor de campanha do Greenpeace Brasil, Nilo d’Ávila.

“Que a tragédia de Brumadinho abra os olhos do governo. Meio ambiente não é zoeira de esquerda: é respeito à vida das pessoas e do planeta. O Governo deve regular e fiscalizar com mais energia sem demonizar quem disso se ocupa”, tuitou o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

(AFP)

Tags:
Brasiltragedia
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
BABY GIRL
Mathilde de Robien
12 nomes de meninas cujo significado é ligado a Deus
2
Lucía Chamat
A curiosa foto de “Jesus” que está comovendo a Colômb...
3
Frank Stephens Global Down Syndrome Foundation
Reportagem local
“Eu tenho Síndrome de Down e não deveria precisar justifica...
4
Imagem de Nossa Senhora intacta após explosão
Francisco Vêneto
Viraliza imagem de Nossa Senhora intacta após explosão de carro-b...
5
SPANISH FLU
Philip Kosloski
Os poderosos conselhos do Padre Pio durante uma pandemia na Itáli...
6
Gelsomino Del Guercio
Estuprada, queimada viva e salva pela chuva: mas o milagre maior ...
7
Miguel Cuartero Samperi
Menino de 2 anos obrigado a se transformar em menina: uma tortura...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia