Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Cadastre-se e receba Aleteia diretamente em seu email. É de graça.
Receber

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Pe. Manzotti: “A vitória está ganha em Cristo, mas sair do cativeiro depende de nós”

FRIENDS TREKKING
Compartilhar

Ainda é tempo de planejamento para 2019: é importante lembrarmos que somos livres em nossas escolhas, mas escravos das consequências delas

Já estamos em meados de janeiro, mas ainda é tempo de reflexão e planejamento para 2019. É tempo de tomada de decisões: como queremos vivenciar esse novo ano? Qual o rumo, a direção que queremos para um bom ano?

É importante lembrarmos que somos livres em nossas escolhas, mas escravos das consequências delas.

Isso em todos os aspectos de nossa vida, inclusive o espiritual. A liberdade que Jesus conquistou na cruz quebrou o pecado de Adão e nos deu a chance de escolher o bem. A vitória está ganha em Cristo, a liberdade foi conquistada, mas sair do cativeiro depende de nós. O livre arbítrio, a liberdade que foi um presente de Deus, tem graves implicações, pois nos torna responsáveis pelos nossos atos.

Qualquer ato tem suas consequências, que implicam numa responsabilidade de alegria ou de dor. Se somos infelizes, a culpa não é de Deus e sim de nossas decisões mal tomadas. Podemos passar por fortes provações e sermos felizes. Podemos sofrer graves enfermidades e sermos serenos, mas podemos ter tudo e sermos infelizes.
De que adianta o homem ganhar o mundo inteiro e perder a si próprio?“, disse Jesus. Ele sempre esteve em profunda sintonia com o livre arbítrio do homem, tanto que não impôs o seu seguimento, mas disse: “Se alguém quiser ser Meu discípulo, tome a sua cruz e siga-Me” (Mc 8,34).

Na última refeição com os apóstolos, podemos imaginar a angústia de Jesus sabendo que a seu lado estava o traidor. Jesus ainda tentou salvá-lo dizendo: “Quem vai me trair é aquele que comigo põe a mão no prato” (Mt 26, 23), mas não pôde interferir: teve que contar com o livre arbítrio de Judas. A decisão foi de Judas.

A liberdade que nós, cristãos, temos, nem Deus, na sua onipotência, nos tirará; nem Jesus, no seu ato redentor, nos tirou. A liberdade é uma faca de dois gumes, é algo que pode ser nossa redenção ou nossa perdição completa.
Se nos é oferecido sanar a ignorância à luz da Palavra e não aceitamos, é o pior tipo de ignorância e aumenta a gravidade de nossos atos, porque estava a nosso alcance conhecer a verdade e nós, na liberdade de nossas decisões, não aceitamos.

Deus nos quer, mas Ele não nos obriga: é uma decisão pessoal, voluntária, sem coação, sem medo. Nós temos a liberdade, e, se nos dizemos cristãos batizados, devemos entregar nossa liberdade ao discipulado de Jesus. E porque somos cristãos católicos, não só entregamos nossa liberdade a Jesus: entregamos à Igreja. A liberdade dada a Cristo e à Igreja é compreender que Ele é grande e dizer que nós, em nossa pequenez, na nossa razão limitada, não O alcançamos, mas O aceitamos.

Dar senhorio a Jesus e segui-lo, é submeter a nossa liberdade, a nossa vontade, à dele, porque Ele é o Senhor. Foi assim, entre Jesus e o Pai: a vida de Jesus não foi tirada; Ele a entregou livremente, em favor dos homens, por amor ao Pai.

Que neste ano de 2019 possamos conformar nossa liberdade, nossa vontade, à vontade de Deus, pois com Ele sempre seremos vitoriosos em todos os nossos projetos.

Leia também: Jesus precisava ser batizado? Não. Então por que foi?

_________

Padre Reginaldo Manzotti é fundador e presidente da Associação Evangelizar é Preciso, obra considerada benfeitora nacional que objetiva a evangelização pelos meios de comunicação, e pároco reitor do Santuário Nossa Senhora de Guadalupe, em Curitiba (PR). Apresenta diariamente programas de rádio e TV que são retransmitidos e exibidos em parceria com milhares de emissoras no país e algumas no exterior.

Site: http://www.padrereginaldomanzotti.org.br
Facebook: http://www.fb.com/padrereginaldomanzotti
Twitter: @padremanzotti
Instagram: @padremanzotti
Youtube: youtube.com/PadreReginaldo Manzotti

Boletim
Receba Aleteia todo dia
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.