Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 28 Fevereiro |
Beato Daniel Brottier
home iconPara Ela
line break icon

A única técnica de gerenciamento de tempo de que você precisa

OFFICE DESK

Arnel Hasanovic | Unsplash

Calah Alexander - publicado em 01/02/19

Em vez de cronogramas e estratégias, tem mais a ver com enfrentar as tarefas grandes

No último feriado, finalmente terminei um áudio-livro. Eu tenho escutado livros por quase 2 anos, e nunca havia terminado um. Como leitora durante toda a vida, ouvir livros é uma transição difícil para mim – eu não processo bem informações quando ouço em vez de lê-las, e a duração da minha atenção é significativamente menor quando não estou lendo ativamente.

Mas, entre o trabalho e levar as crianças para vários esportes e atividades, não tenho muito tempo para ler mais. O que eu tenho é muito tempo presa atrás do volante. Então, eu tenho tentado tirar o máximo proveito disso, experimentando vários áudio-livros e podcasts.

Nada me prendeu até me deparar com Essentialism: The Disciplined Pursuit of Doing Less, de Greg McKeown.Eu devorei o livro. Era como água fresca em um dia de verão sufocante. Eu não percebi o quão desesperada eu estava por alguém que me explicasse que era bom fazer menos, mas melhor.

Todas essas técnicas de gerenciamento de tempo e dicas e truques de que estamos constantemente inundados são igualmente exaustivas, porque apontam para uma verdade inevitável: estamos muito ocupados.

Parte disso é o ritmo da vida moderna e a constante conectividade tornada onipresente pelos smartphones e a Internet. Mas outra parte é essa característica de trabalho que parece que internalizamos em um grau alarmante – a crença de que o trabalho árduo é o mesmo que o trabalho constante.

Eles não são os mesmos. O trabalho constante é geralmente um trabalho disperso e ineficaz – algo que aprendi da maneira mais difícil no ano passado. Passei tanto tempo tentando fazer tudo em todas as áreas da minha vida que acabei esgotada. Pior ainda, cheguei à conclusão esmagadora de que, ao tentar fazer demais, negligenciara as coisas vitais da minha vida – minha fé e meus filhos.

Agora tenho tentado algo diferente. Em vez de me exaurir com horários detalhados e trabalho constante, começo todos os dias com uma pergunta, que é mais uma prece: o que eu preciso fazer que me permita cuidar de mim mesma para que eu possa cuidar dos meus filhos?

Normalmente, esse é o trabalho que precisa ser concluído. Eu o faço primeiro. Faço tudo o que precisa ser feito para que eu possa me concentrar totalmente em meus filhos quando eles chegam em casa da escola. Às vezes eu não termino tudo, mas sabe de uma coisa? Se eu não terminar algo que pareça urgente antes de dormir, eu simplesmente não terminarei.

De forma surpreendente, tenho descoberto que todas essas coisas “urgentes” não são tão urgentes, afinal. Eu posso fazer muito menos do que acho que preciso, e isso não significa que estou me esquivando de minhas responsabilidades. Significa apenas que estou priorizando onde passo meu tempo.

Foi uma mudança incrível para mim. Eu não estou exausta e frenética o tempo todo, eu sei o que está acontecendo com meus filhos acadêmica e socialmente, estou descansada e com mais energia, e eu não me sinto perdida na correria da vida. O tempo que eu gasto no trabalho é de uma qualidade muito maior, porque posso me concentrar sem me distrair. Eu posso estar trabalhando até menos tempo, mas estou trabalhando muito melhor.

Mais do que tudo, porém, encontrei uma sensação de paz e equilíbrio entre essa oração no início do meu dia e as orações noturnas no final do dia. Elas são como parâmetros que me dão direção e conexão com Deus, algo que havia perdido em meio às ocupações do passado. Então, se você está se sentindo sobrecarregada, estressada e constantemente ocupada, lembre-se de enfrentar as coisas grandes primeiro.

Tags:
FamíliaInteligencia emocionalPsicologiatempoTrabalhoValores
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
KOMUNIA NA RĘKĘ
Claudio de Castro
Padre chora copiosamente diante da falta de respeito com a Eucari...
2
PRAYER
Desde la Fe
Coisas que você não deve fazer na Missa e talvez não saiba
3
RECONSTRUCTED CHRIST
Lucandrea Massaro
Assim era Jesus: o misterioso Homem do Sudário, reconstruído em 3...
4
HOLY FAMILY
Philip Kosloski
A antiga oração a São José que é “conhecida por nunca ter falhado...
5
Eucaristia
Reportagem local
Diocese afasta padre que convidou pastor para “concelebrar&...
6
PADRE PIO
Bret Thoman, OFS
O Padre Pio diz que este é um pecado difícil de Deus perdoar
7
MEXICO
Pablo Cesio
México: homem chega à própria missa de corpo presente
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia