Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Pe. Reginaldo Manzotti: peça a intercessão de Nossa Senhora de Lourdes

LOURDES
França: Nossa Senhora de Lourdes. Nossa Senhora apareceu 18 vezes a uma menina de 14 anos, chamada Bernadete, na cidade de Lourdes. Ela identificou-se: “sou a Imaculada Conceição”. Maria convidou a menina a beber água da fonte. Mas havia só um filete de água suja que escorria perto da gruta. Bernadete foi remexendo na terra e a água foi brotando e aumentando. Até hoje corre abundante. Nela se banham peregrinos e doentes. Sua festa é comemorada em 11 de fevereiro..
Compartilhar

Nossa Mãe e padroeira dos enfermos quer interceder pela sua saúde do corpo e da alma

Hoje é dia de Nossa Senhora de Lourdes, dia 11/02, celebrado também o Dia Mundial do Enfermo. Em sua mensagem para esse dia, o Papa Francisco destaca a importância da gratuidade no serviço aos doentes, dizendo que “o cuidado dos doentes precisa de profissionalismo e ternura, de gestos gratuitos, imediatos e simples, como uma carícia, pelos quais fazemos sentir ao outro que nos é querido”.

Assistir os enfermos é uma das Obras de Misericórdia. Lembrando que essas obras são inspiradas na Palavra de Deus e são tradição da Igreja (CIC § 2447), sete são obras de misericórdia espirituais e sete corporais.

Os Evangelhos relatam abundantemente, momentos em que Jesus acolhe, atende, socorre e cura os doentes. Às vezes eram levados a Ele no entardecer (cf. Mc 1,32-34), em outras pediam que Ele fosse até a casa do enfermo, como fez o oficial que pediu a cura do filho que estava morrendo (cf. Jo, 4, 46-53). Vale lembrar a ação de Jesus, quando na casa de Pedro, cura sua sogra (cf. Mt 8, 14-15). Jesus se desdobrou em misericórdia para com os doentes.

A obra de misericórdia assistir os doentes começa na família quando se lida com doenças prolongadas e, às vezes irreversíveis. Seja em qualquer idade, e por qualquer problema de saúde, que podem ser, entre tantos.

Trata-se também de um trabalho voluntário em hospitais, asilos, e casas de recuperação terapêutica. Estende-se a uma pastoral urbana que visite e acompanhe aqueles que, nos grandes centros urbanos vivem a dor de sua enfermidade na solidão, e no esquecimento.

De forma profética esta obra de misericórdia questiona a ausência de uma pastoral de saúde, tanto em nossas comunidades paróquias, como nos hospitais, que efetivamente possam marcar presença nestes momentos de fragilidade, e vulnerabilidade do ser humano.

Muitos se perguntam: o que fazer para um doente gravemente enfermo? A resposta é simples, às vezes nada, apenas “estar” presente junto ao que sofre. Misericórdia e solidariedade é estar perto de quem sofre, mesmo sem entender a extensão do sofrimento, pois o pulsar e o latejar da dor é próprio só de quem está machucado.

Assistir os doentes até o fim é uma obra de misericórdia conflitante a toda e qualquer ideia de eutanásia e similares. Implica inclusive em oferecer, além de recursos físicos, e terapêuticos necessários, a assistência religiosa e espiritual. Fato este que familiares estão se esquecendo e negligenciando.

Tudo isso na gratuidade em servir os mais necessitados e sofredores, sabendo que Nossa Senhora nunca abandona o cuidado com os seus filhos. Por isso, convido a todos a rezarmos pelos enfermos, pedindo a intercessão de Nossa Senhora de Lourdes:

“Nossa Senhora de Lourdes, Virgem Santíssima e Mãe,

Vós que aparecestes a Bernadete em uma gruta, mostrando que no silêncio da vida encontramos o Deus revelado.

Nossa Senhora de Lourdes, quando ela cavou o chão, viu brotar o olho d’água, lembrando Jesus, fonte de Água Viva.

Nossa Senhora, milhares e milhares de pessoas, durante todo o ano, se dirigem à gruta de Lourdes, em macas, cadeiras de rodas, levadas pela motivação da restauração da fé e da recuperação da saúde.

Nossa Senhora, intercedei perante Deus por todos os enfermos, de um modo particular aquelas que estão num leito de hospital.

Sim, Virgem, aqueles que hoje irão fazer uma cirurgia e pediram nossas orações.

Todos os que estão abandonados pelas famílias, aqueles que estão nas UTIs, nas enfermarias, nos leitos das casas, nos corredores dos hospitais.

Aqueles que não têm a oportunidade de ter um tratamento digno, aqueles que estão desenganados dos médicos.

Nossa Senhora de Lourdes, fazei derramar a graça de Deus sobre estas pessoas.

Virgem Mãe, intercedei por nós e obtende a graça de que necessitamos.

Nossa Senhora de Lourdes, rogai por nós e por todos os enfermos.

Amém.”

————-

Padre Reginaldo Manzotti é coordenador da Associação Evangelizar é Preciso – Obra sem fins lucrativos, benfeitora nacional, que objetiva a evangelização pelos meios de comunicação – e pároco reitor do Santuário Nossa Senhora de Guadalupe, em Curitiba (PR). Apresenta diariamente programas de rádio e TV que são retransmitidos e exibidos em parceria com milhares de emissoras no país e algumas no exterior. Site: www.padrereginaldomanzotti.org.br. Facebook: www.facebook.com/padrereginaldomanzotti. Twitter: @padremanzotti