Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Cadastre-se e receba Aleteia diretamente em seu email. É de graça.
Receber

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Uma oração bíblica para antes do sexo

COUPLE BED
Compartilhar

Mas oração combina com sexo?

Sexo e religião são, frequentemente, considerados opostos um ao outro. Muitos pensam que a Igreja Católica acredita que o sexo seja “sujo”, “contaminado” ou mesmo “pecaminoso”.

Pelo contrário: a Igreja sempre enfatizou a santidade do ato conjugal. São João Paulo II escreveu em Familiaris Consortio: “Em virtude do mistério da morte e da ressurreição de Cristo, do qual os esposos fazem parte de um novo modo pelo matrimônio, o amor conjugal é purificado e santificado”.

É por causa dessa santidade que a Igreja procura guardar e proteger este belo ato entre marido e mulher e encoraja os casais a se unirem de acordo com o plano de Deus para o matrimônio.

Uma maneira de fazer isso, é o casal rezar antes de fazer amor. E isso tem precedente: Sara e Tobias rezaram juntos na noite de núpcias e foram protegidos contra um demônio que estava matando os maridos anteriores de Sara. A oração santificou o ato e aproximou-os mais do que eles poderiam imaginar.

Muitos casais já começaram a adotar este hábito e descrevem os inúmeros benefícios espirituais da prática da oração antes do sexo. Além de unir o casal, a prece aproxima ainda mais marido e mulher de Deus.  

Abaixo, a oração que Tobias rezou na noite de núpcias: 

“Bendito sois, Deus dos nossos pais, e bendito é o vosso nome por todas as gerações; louvem-vos os céus e todas as vossas criaturas, por todos os séculos. Criastes Adão e destes-lhe Eva, sua esposa, como amparo valioso e de ambos procedeu a linhagem dos homens. Com efeito, dissestes: Não é bom que o homem esteja só; façamos-lhe uma auxiliar semelhante a ele. Ora, Senhor, bem o sabeis, não é com paixão depravada que agora tomo como esposa a minha irmã, mas é com intenção pura. Permiti, pois, que ela e eu encontremos misericórdia, e juntos cheguemos a adiantada idade. E ambos responderam ao mesmo tempo: Amém, Amém”. (Tobias 8, 5-9)

São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.