Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Cadastre-se e receba Aleteia diretamente em seu email. É de graça.
Receber

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

A igreja mais alta da Islândia e os Hinos da Paixão de Cristo

Eglise Hallgrímskirkja, Reykjavik, Islande, 1945 © Andrés Nieto Porras CC
Compartilhar

A igreja "Hallgrímskirkja" foi batizada com o nome do clérigo que deu aos luteranos da Islândia os Hinos da Paixão

Clique aqui para abrir a galeria de fotos

(Abrir galeria de fotos)

Para muitos luteranos tradicionais da Islândia, estas palavras e sua melodia anunciam o início da Quaresma:

Jesus no Getsêmani,
Curvado no mortal conflito eu vejo,
A consciência me apela, pois eu sei:
Foi o meu pecado que o confinou assim:
Todo esse peso de agonia
O Filho de Deus se submeteu por mim.

Com música e um coral típico barroco, é um dos 50 Hinos da Paixão que foram compostos pelo clérigo do século 17 Hallgrímur Pétursson, um dos poetas mais conhecidos da Islândia.

Tradicionalmente, um Hino da Paixão era cantado a cada dia útil das sete semanas da Quaresma.

Pétursson permanece presente de outro modo na Islândia. No horizonte da cidade de Reykjavík, vê-se o traçado da igreja Hallgrímskirkja, que recebeu este nome em homenagem ao clérigo.

Projetada pelo arquiteto Guðjón Samuelsson, cujos trabalhos incluem a Catedral Católica de Reykjavík, a Hallgrímskirkja foi construída entre 1945 e 1986.

Com 74,5 metros de altura, a Hallgrímskirkja é o edifício mais alto de Reykjavík e o segundo edifício mais alto na Islândia. Os visitantes podem subir uma torre de observação e contemplar a bela vista de Reykjavik e de suas montanhas próximas.

HALLGRIMSKIRKJA
Chris Yunker--cc

De acordo com a Iceland Magazine, o trabalho de Guðjón foi fortemente influenciado pelo modernismo escandinavo. Mas o arquiteto também buscou inspiração em formas naturais da paisagem islandesa.

Muitas das obras de Guðjón têm fortes referências à natureza islandesa, particularmente as colunas de basalto formadas quando um fluxo espesso de lava esfria lentamente em um padrão de junção poligonal. As asas e a torre de Hallgrímskirkja, portanto, parecem falésias de colunas de basalto.

Os hinos de Petursson contam a história dos sofrimentos de Cristo com uma beleza poética rara. São um patrimônio religioso e cultura da Islândia.