Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Por que os bispos têm uma cadeira especial?

CATHEDRA
Compartilhar

A “cátedra” em que o bispo se senta tem uma rica e interessante história

Quando você visita uma catedral, onde um bispo celebra regularmente a Missa, uma das principais características da igreja é possuir uma cadeira especial. Ela é chamada de “cátedra” (daí o nome de “catedral”) e só é usada pelo bispo durante as cerimônias litúrgicas.

Mas por quê?

A cátedra vem de uma tradição antiga em muitas culturas, em que o líder governava de uma cadeira. Sentados em uma cadeira, os professores davam suas aulas, enquanto os alunos ficavam de pé e ouviam. 

De fato, o termo “cátedra” também pode ser definido como a “cadeira do professor”. Além disso, as cadeiras não eram produzidas em grande escala como hoje. Então possuir uma era um sinal de poder.

Vale ressaltar que, no Império Romano, existia um tipo de cadeira, que era usada apenas por magistrados e oficiais. Como a Igreja Católica nasceu dentro do Império Romano, muitas das mesmas tradições foram compartilhadas pela hierarquia do clero.

Embora as cadeiras não tenham mais o mesmo significado em nossa cultura moderna, as catedrais ainda mantêm o simbolismo espiritual ligado ao ofício do bispo.

O Papa Bento XVI explicou o simbolismo em uma homilia na festa da Cátedra de São Pedro:

“Cátedra” significa, literalmente, a sede estabelecida do Bispo, colocada na igreja-mãe de uma diocese, que, por essa razão, é conhecida como “catedral”; é o símbolo da autoridade do Bispo e, em particular, do seu magistério, ou seja, o ensinamento evangélico que, como sucessor dos apóstolos, é chamado para salvaguardar e transmitir à comunidade cristã.Quando um Bispo toma posse da Igreja particular que lhe foi confiada, usando sua mitra e segurando o cajado pastoral, ele se senta na cátedra. Deste lugar, como professor e pastor, ele guiará o caminho dos fiéis na fé, esperança e caridade.”

A cadeira lembra o Bispo de seus deveres para com seu rebanho, e seu tamanho (uma vez que é geralmente maior do que outros móveis do santuário) denota o imenso peso que é colocado em seus ombros como chefe e pastor da área local. É uma honra especial, que vem com grande responsabilidade.

A Cátedra de São Pedro 

Em 22 de fevereiro, a Igreja celebra a Festa da Cátedra de São Pedro, uma ocasião importante que remonta ao século IV e que rende comemoração ao primado e autoridade do Apóstolo Pedro, o primeiro Papa da Igreja.

Além disso, esta celebração recorda a autoridade conferida por Cristo ao Apóstolo quando lhe diz, conforme relatam os Evangelhos: “Tu és Pedro e sobre esta pedra edificarei minha Igreja. E as portas do inferno não prevalecerão sobre ela”. A cátedra ou sede que atualmente se conserva na Basílica de São Pedro em Roma foi doada por Carlos, o Calvo, ao Papa João VIII no século IX, por ocasião de sua viagem a Roma para sua coroação como imperador romano do ocidente. Este trono se conserva como uma relíquia, em uma magnífica composição barroca, obra do Gian Lorenzo Bernini construída entre 1656 e 1665.

 

A obra do Bernini está emoldurada por pilastras. No centro situa-se o trono de bronze dourado, em cujo interior se encontra a cadeira de madeira e que é decorada com um relevo representando a “traditio clavum” ou “entrega de chaves”.

O trono se apoia sobre quatro grandes estátuas, também em bronze, que representam quatro doutores da Igreja, em primeiro plano Santo Agostinho e Santo Ambrósio, para a Igreja latina, e Santo Atanásio e São João Crisóstomo, para a Igreja oriental.

Por cima do trono aparece um sol de alabastro decorado com estuque dourado rodeado de anjos que emolduram uma vidraça em que está representada uma pomba de 162 cm de envergadura, símbolo do Espírito Santo. É a única vidraça colorida de toda a Basílica de São Pedro.

Todos os anos no dia 22 de fevereiro, o altar monumental que acolhe a Cátedra de São Pedro permanece iluminado o dia todo com dúzias de velas e celebram-se numerosas Missas.

(com informações de ACI Digital)

São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.