Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Alimente o seu espírito. Receba grátis os artigos da Aleteia toda manhã.
Inscreva-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

São Pedro era casado quando conheceu Jesus?

Wikipedia
Compartilhar

Por que na Bíblia há referência apenas à sogra dele?

Pouco se sabe sobre a vida dos apóstolos antes de eles conhecerem Jesus. Mas uma coisa é certa: Pedro tinha uma sogra.

Mateus relata um episódio interessante em seu Evangelho, em que Jesus visita a casa de Pedro e encontra a sogra dele doente: 

“Foi então Jesus à casa de Pedro, cuja sogra estava de cama, com febre.Tomou-lhe a mão, e a febre a deixou. Ela levantou-se e pôs-se a servi-los.” (Mateus 8,14-15)

Isso significa, portanto, que Pedro era casado. No entanto, uma das omissões gritantes dessa passagem é a presença da esposa. Em vez de a esposa de Pedro ajudá-los, era a sogra que o fazia, parecendo que ela era a única mulher da casa.

Onde estava a mulher de Pedro? Estaria ela viva quando Pedro conheceu Jesus?

As primeiras tradições que respondem a essa pergunta divergem em vários aspectos. Alguns dos primeiros pais da Igreja dizem que sim, ela estava viva e até o acompanhou em suas viagens a Roma. Existe até uma tradição que diz que ela foi martirizada com Pedro.

No entanto, há poucas evidências arqueológicas que apontam a possível permanência da esposa de Pedro em Roma. 

Outras tradições afirmam que a esposa de Pedro morreu antes de ele conhecer Jesus, o que é consistente com sua ausência nas narrativas do Evangelho.

A maioria dos estudiosos das escrituras dizem que é provável que Pedro fosse viúvo, deixando-o sem obrigações que o impedissem de ser o primeiro papa da Igreja Católica.