Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Receba diretamente no seu email os artigos da Aleteia.
Cadastrar-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

O segredo para ficar em paz com o trabalho

WORK
Shutterstock-Standret
Compartilhar

Se você já estressa só de pensar no seu trabalho, tente esta técnica

É raro encontrar alguém que realmente goste de ir para o trabalho na segunda-feira de manhã. Mas há casos em que só de pensar em ir trabalhar (em qualquer dia da semana), a pessoa tem um ataque de estresse e ansiedade. As causas disso podem ser inúmeras – e, muitas, nem sempre são fáceis de resolver.

No entanto, uma possível solução para isso pode ser encontrada na forma como abordamos espiritualmente o assunto trabalho.

No livro “O Combate Espiritual”, o padre italiano Lorenzo Scupoli explica o que ele considera a chave para manter a paz no trabalho. Primeiro de tudo, Scupoli escreve: 

“Vamos orar sem cessar para que o repouso possa substituir o caos em nossos corações, e que uma humilde submissão à vontade de Deus possa trazer nossa alma à sua antiga tranquilidade. A oração é sempre o primeiro recurso, pedindo a Deus que traga paz para a alma”. 

Scupoli, então, explica como fazer para não deixarmos o trabalho dominar nossas vidas e que ele não seja o foco principal dos nossos pensamentos: 

“Não nos deixemos perturbar pela pressa sem fim e sem sentido do mundo dos negócios; quando estivermos no trabalho, vamos cuidar dos assuntos de negócios com serenidade e tranquilidade, evitando a rigidez dos cronogramas rigorosos e exigentes, e uma ansiedade muito grande para ver nosso trabalho realizado.”

Embora seja muito importante fazer um bom trabalho e cumprir nossas obrigações, não é saudável deixá-lo ser o principal motivo de nossa existência.

Em vez disso, “a consciência contínua da santa presença de Deus e um imutável desejo de agradá-lo devem presidir todas as nossas ações”.

Scupoli menciona que, se deixarmos o trabalho suplantar nosso desejo pela presença de Deus, “nossas almas em breve estarão repletas de medo e ansiedade”.

O segredo está em colocar Deus em primeiro lugar em nossas vidas, reconhecendo que, embora o trabalho seja importante, não é tão importante quanto Deus e o bem-estar de nossa alma.

Isso nem sempre é fácil de colocar em prática, mas quando conseguimos, a paz reina em nossas almas.