Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Alimente o seu espírito. Receba grátis os artigos da Aleteia toda manhã.
Inscreva-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Vídeo arrepiante: aos 87 anos, ela finalmente conheceu o irmão caçula, de 70

irmã de 87 anos reencontra irmão de 70
Brianna Nelson (Captura de Tela / YouTube)
Compartilhar

Betty e Cordell foram separados quando ele tinha 3 meses de idade, mas o sonho da menina de um dia abraçá-lo resistiu durante 7 décadas

A norte-americana Betty Housseal, de 87 anos, teve 17 irmãos. O caçula da família, porém, foi entregue para a adoção aos 3 meses de idade.

Na época, Betty precisava ser levada frequentemente a um hospital de outra cidade para receber tratamento contra a poliomielite, o que tornava muito difícil, para a sua mãe, criar adequadamente os três filhos menores.

A separação

O menino foi adotado por uma família vizinha e recebeu o nome de de Cordell Dawson. Apesar de viverem muito perto, Betty e suas irmãs foram impedidas de falar com ele. Isso não impediu, no entanto, que Betty fosse acompanhando à distância o crescimento do irmãozinho. Embora conservasse a esperança de um dia poder abraçá-lo e conversar com ele como irmã, a vida foi tornando as coisas mais complexas com o passar dos anos e as mudanças de endereço. Betty não pôde saudá-lo nem sequer quando soube do seu casamento.

Mas, em 2019, com a ajuda das redes sociais, o encontro tanto tempo impedido pôde finalmente se concretizar.

O reencontro

Brianna, uma neta de Betty, organizou um “grupo de busca” via Facebook na região de Nova Iorque, com base nas poucas informações que Betty conhecia a respeito de Cordell: um local em que ele havia morado e uma filha já casada que ele tinha.

Eis um dos muitos lados maravilhosos das plataformas de comunicação digital: bastaram apenas duas semanas para que um sonho alimentado durante 70 anos se tornasse realidade!

O reencontro de Betty e Cordell, após 7 décadas de separação, pode ser testemunhado no seguinte vídeo. Nos primeiros 2 minutos, em inglês, Brianna resume a história da avó e de seu irmão. A partir de então, vemos o trajeto de Cordell rumo ao café onde o encontro aconteceria e, finalmente, o abraço da irmã de 87 anos com o caçula de 70. Como a emoção não precisa de tradução, basta saber que a primeira frase de Cordell, ao abraçá-la, foi “Deus abençoe você“.