Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Newsletter Aleteia: uma seleção de conteúdos para uma vida plena e com valor. Cadastre-se e receba nosso boletim direto em seu email.
Registrar

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Você conhece bem sua cidade? Faça o “slow tourism”

TRAVEL
Andrey Yurlov - Shutterstock
Compartilhar

Aproveite a cultura que o cerca e torne-se um cidadão mais curioso. Você vai se surpreender

Um professor da minha Faculdade um dia chegou com alguns slides e começou a expô-los. Tratava-se de algumas construções preciosas, dignas de fotografias e visitas. Eles nos perguntou de onde eram, e nós não soubemos responder.

Por incrível que poderia parecer, era a cidade onde estávamos e estudávamos. “Muitas vezes estamos olhando mais para o chão, não é?”, comentou o professor.

Em consequência do nosso estilo de vida corrido de hoje, ou por simples distração, deixamos de contemplar verdadeiros tesouros que se escondem em nossas cidades. Simplesmente porque não prestamos atenção.

Muitos cruzam meio mundo para visitar um museu famoso, mas não sabem apreciar a riqueza de seu povo e de sua cultura local.

Mas nunca se esqueça que é possível fazer turismo sem ter de viajar para longe e gastar muito dinheiro. Mergulhe em sua cultura local e dos arredores de onde você mora, e você irá se surpreender com a riqueza e beleza de construções e histórias que nos foram deixadas por nossos antepassados, tanto os mais distantes como os mais recentes.

Os especialistas em turismo dão dicas sobre isso. Uma delas é convidar amigos que moram em outras localidades para visitar nossa cidade e servir de guia para eles em um passeio.

Há muitas formas de praticar o turismo ali onde você mora: pesquise, consulte a agenda cultural local e não deixe de passear com sua máquina fotográfica.

Organize um passeio que você possa fazer sozinho ou em família. Consulte guias e roteiros turísticos. Consulte as informações da prefeitura. Consulte sites e pesquisadores da cultura local. Da comodidade da sua própria cidade, você pode descobrir muitas coisas novas.

Faça percursos diferentes. Pare para observar as praças, casas, prédios e construções. Observe a paisagem e a natureza que o cerca. Passeie, aprecie e desfrute do local onde você vive.

Atente-se também para a história. Os nomes das ruas costumam nos dar dicas de personagens e episódios importantes. Mas muitas vezes não sabemos nem mesmo quem foram aquelas pessoas que estão homenageadas nas placas. Não sabemos a história daquela praça ou daquele parque.

Informe-se e também ajude a construir uma agenda cultural local, para estar sempre a par de eventos que possam ser interessantes.

Há ainda toda a riqueza da gastronomia. Todo povo tem suas receitas particulares e deliciosas.

Olhe para a sua cidade do ponto de vista de alguém que acabou de chegar nela. Tente ver com um novo olhar as possibilidades de beleza que existem perto de você.

Tire fotos de sua cidade. Costumamos tirar muitas fotos de viagens e passeios. Mas e as fotos de onde vivemos? A foto do ipê florado da praça ou da igreja?

Seja um turista local ético e responsável. Ajude a construir roteiros e possibilidades de turismo em sua realidade local. Cuide da natureza e faça sua parte no esforço de ter uma cidade limpa e bem cuidada.

E o melhor de tudo é para esse tipo de turismo, o slow tourism, você nunca estará com pressa nem com os dias de férias contados. Tudo está ali à sua mão, bem à sua frente.