Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

O Papa nos propõe 3 verbos: não julgar; não condenar; sim, perdoar

Andrew Medichini-AFP
Compartilhar

Francisco nos exortou a imitar a misericórdia do Pai nesta Quaresma e enfatizou o exemplo de Jesus

Na Missa desta segunda-feira, 18 de março, o Papa Francisco nos exortou a imitar a misericórdia do Pai nesta Quaresma: em especial, não julgando os outros nem os condenando, mas sim perdoando.

O trecho do Evangelho do dia veio do capítulo sexto de São Lucas:

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: “Sede misericordiosos, como também o vosso Pai é misericordioso. Não julgueis e não sereis julgados; não condeneis e não sereis condenados; perdoai, e sereis perdoados. Dai e vos será dado. Uma boa medida, calcada, sacudida, transbordante, será colocada no vosso colo; porque com a mesma medida com que medirdes os outros, vós também sereis medidos”.

3 verbos: não julgar; não condenar; sim, perdoar

Julgar “é um mau hábito que se infiltra na nossa vida sem que percebamos”, destacou o Papa, convidando-nos a examinar quantas vezes por dia nós julgamos e condenamos os outros, inclusive por meio de fofocas. Para mudar esse quadro, ele nos incentivou a perdoar, “mesmo que seja ‘tão difícil’, porque as nossas ações dão a medida a Deus de como Ele deve agir conosco“.

Francisco enfatizou o exemplo de Jesus:

“O Senhor nos ensina: ‘Doem. Doem e vos será doado. Sejam generosos em doar. Não deixem os bolsos fechados. Sejam generosos em doar aos pobres, àqueles que precisam, e em doar também tantas coisas: dar conselhos, dar sorrisos às pessoas, sorrir. Sempre dar, dar. Nosso Senhor será generoso: nós damos um e Ele nos dará cem de tudo aquilo que nós damos. E esta é a atitude que blinda o não-julgamento, o não-condenar e o perdoar”.

São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.