Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

São José segundo um padre José: o pe. Zezinho fala do pai adotivo de Jesus

Pe Zezinho São José Jesus
Pe. Zezinho / Reprodução
Compartilhar

"São José não deixou, nem falado nem escrito, nenhuma frase sua. Nunca falou"

Nesta semana em que celebramos o dia do glorioso São José, outro José famoso e devotado a Deus, o pe. Zezinho, compartilhou sobre o pai adotivo de Jesus a seguinte e breve reflexão:

JOSÉ! DERAM-ME ESTE NOME!
Pe. Zezinho

São José não deixou, nem falado nem escrito, nenhuma frase sua. Nunca falou.

Mas os mesmos evangelhos registraram que ele pensou, refletiu, agiu, creu, protegeu Maria, acreditou nela, acreditou em Jesus, e, pelo que o povo dizia, ele estava vivo quando Jesus começou a pregar seu evangelho.

Depois provavelmente tinha morrido quando Jesus foi com Maria para Cafarnaum. E José já estava no céu quando Jesus confiou sua mãe aos cuidados de João, que não era irmão de Jesus.

E isto prova que José e Maria não tiveram outros filhos. Se Jesus tivesse mais irmãos e irmãs, filhos de José e de Maria, é claro que Jesus teria confiado a mãe a outros irmãos! Isto não lhe parece óbvio?

José cuidou, esteve presente e agiu. Agiu como pai porque acreditava que Jesus viera do eterno Pai.

Foi o que aprendi no meu catecismo, quando me disseram o que significava chamar-se José!…

________________

Pe. Zezinho via Facebook

São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.