Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Como o “bom ladrão” crucificado ao lado de Jesus se tornou santo

Le bon larron (Public Domain)
Compartilhar

São Dimas é o padroeiro dos pecadores arrependidos, dos agonizantes e da boa morte

Certamente, você se lembra que, quando Jesus foi crucificado, dois ladrões estavam ao seu lado, sendo que um deles ganhou a fama de “bom ladrão”. O que talvez você ainda não saiba é que esse ladrão hoje é reconhecido como um santo da Igreja Católica, comemorado todo 25 de março: São Dimas!

“Nossa, mas eu nunca reparei no nome dele na Bíblia!” – e nem vai encontrar mesmo. Acontece que a Igreja Católica tem algo lindo e que enriquece ainda mais a nossa fé, que é a tradição.

Segundo a tradição católica milenar, os nomes dos dois ladrões eram “Dimas” (o “bom ladrão”) e “Simas” (o “mau ladrão”). Sabe-se também que os dois eram ladrões extremamente perigosos, por conta de terem recebido como pena a morte de cruz, que era destinada aos piores malfeitores da época.

Mas, por que Dimas foi considerado “bom ladrão”?

Vamos retomar três atitudes dele, narradas no Evangelho, que explicam isso:

1- Reconheceu o seu próprio pecado: “Para nós é justo, pois recebemos o castigo merecido por nossas obras.” (Lc 23, 41a)

2- Reconheceu que Jesus não merecia morrer: “mas este nenhum mal praticou.” (Lc 23, 41b)

3- Reconheceu Jesus como rei: “Jesus, lembra-te de mim quando vieres com teu Reino.” (Lc 23, 42)

Por conta dessas três atitudes, São Dimas foi o primeiro a entrar no céu e pode ser considerado o primeiro santo, declarado pelo próprio Jesus, quando, ainda na cruz, afirmou: “Na verdade, te digo: ainda hoje estarás comigo no paraíso.” (Lc 23, 43)

Atualmente, São Dimas é comemorado por toda a Igreja e venerado como o “padroeiro dos pecadores arrependidos da hora derradeira, dos agonizantes e da boa morte”.

São Dimas, rogai por nós!

(Jovens de Maria)

São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.