Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Campanha: pais, deixem celular de lado e convivam com filhos recém-nascidos!

@NacerenAlcalá / Twitter
Compartilhar

"Parece que é mais importante fotografar do que acompanhar"

Do Sempre Família

A preocupação em registrar cada momento de um show ou de uma viagem tem feito com que as pessoas deixem de aproveitar o momento em si. O mesmo tem acontecido com pais e mães que, no desejo de guardar os pequenos grandes feitos de seus filhos, acabam por deixá-los de lado. Percebendo o considerável aumento de celulares em salas de parto, entre as incubadoras de bebês e nas enfermarias, a equipe de neonatologistas e enfermeiros neonatais do Hospital do Príncipe das Astúrias, na Espanha, lançou uma campanha pedindo para que pais parem de olhar para as telas e passem a enxergar seus bebês recém-nascidos.

“Parece mais importante fotografar do que acompanhar”

Segundo Rosa Maria Funes, pediatra especializada em neonatologia e promotora da ação, os pais têm se preocupado demais em registrar o momento do nascimento do bebê e suas primeiras horas de vida. Ressaltou ela, em entrevista ao site ABC:

“Parece que é mais importante fotografar do que acompanhar a mãe ou a criança (…) Não há nada mais bonito do que o momento do nascimento de um filho e alguns pais participam através de uma tela. Mesmo gravado no celular, há coisas que simplesmente não se repetem”.

Pais estão perdendo o foco

Por isso, a campanha promovida pelo pelo hospital, no Twitter, com a hashtag #dejaaunladoelmóvil, pretende chamar a atenção para o uso moderado da tecnologia nos primeiros dias do bebê. Que todo pai quer compartilhar o orgulho que sente pelo filho que acaba de chegar, o mundo todo sabe. Mas é preciso se fazer presente na vida do pequeno desde esse início e mostrar a ele a afetuosidade por meio do toque e do carinho. A especialista reforçou:

“Estamos percebendo que entre enviar imagens através do WhatsApp e atender mensagens, os pais estão perdendo o foco”.

Além disso, claro, o uso excessivo dos celulares durante os primeiros dias do bebê tira dos pais a atenção em relação a ele. É que existe a necessidade de uma maior vigilância dos pais às mudanças de comportamento dos pequenos, que estão descobrindo um novo mundo a cada manhã. Casos de morte súbita podem ocorrer neste período, por exemplo, e pegar desprevenido até os pais mais zelosos. Por isso, todo cuidado é pouco nesse momento e não faz mal algum deixar de atender uma ligação ou responder uma mensagem de texto. Seus amigos e família sabem que agora os olhos dos pais estão fixos em uma só questão: o crescimento de seu filho.

A campanha

Veja algumas publicações da campanha:

 

São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.