Aleteia
Segunda-feira 26 Outubro |
São Fulco
Atualidade

Iraque: progresso vem das organizações religiosas e humanitárias

Jean-Matthieu GAUTIER/CIRIC

Dans une église de Mossoul, en Syrie.

Fundação AIS - publicado em 09/04/19

O governo iraquiano fez muitas promessas, mas poucos projetos foram implementados, diz arcebispo

“Há sinais claros e concretos de progresso” no Iraque, após a derrota dos jihadistas do Estado Islâmico que ocuparam e destruíram vastas regiões do país em 2014. A afirmação é de D. Petros Mouche, Arcebispo sírio-católico de Mossul e responsável também pela Igreja Sírio Católica em Kirkuk e Curdistão, numa entrevista à Fundação Ajuda à Igreja que Sofre.

Falando sobre a situação em que se encontram os cristãos no Iraque, D. Petros afirma que a mudança é inegável e que “há sinais muito claros e concretos de progresso”. Um progresso que, no entanto, não resulta do trabalho ou de iniciativas do Estado iraquiano mas sim de organizações humanitárias e da Igreja, em que se inclui a Fundação AIS.

“O mérito corresponde às organizações religiosas e humanitárias que se apressaram em ajudar-nos”, diz o prelado, sublinhando que, no entanto, ainda há muito por fazer, nomeadamente na reconstrução das casas que foram total ou parcialmente destruídas. Por isso, o Arcebispo sírio-católico de Mossul afirma que tem esperança de que “governos estrangeiros como, por exemplo, os do Reino Unido e Hungria, intervenham” e ajudem também “nesta missão”.

Além das obras de reconstrução é necessário desenvolver acções para a criação de emprego e para a dinamização da economia local, premissas essenciais para que as famílias regressem a suas casas e para que a vida nas aldeias, vilas e cidades volte ao normal. No entanto, sublinha também o prelado, têm surgido “muito poucas iniciativas” nesta área, o que se afigura deveras preocupante.

“O governo iraquiano fez muitas promessas, mas poucos projetos foram implementados”, denuncia o Bispo de Mossul. “A nossa confiança no Estado é pequena. Estamos convencidos de que, se fossem oferecidas as oportunidades adequadas, muitas das pessoas que fugiram voltariam para Qaraqosh, desde que pudessem viver em paz e numa situação estável”, esclarece ainda D. Petros Mouche.

Esta questão é particularmente sensível para os cristãos, minoritários no país e extremamente fragilizados desde ocupação das terras onde sempre viveram pelos jihadistas do Estado Islâmico.

“Não há nenhum grupo ou partido político conhecido que tenha planos específicos para atacar os cristãos”, afirma o prelado. No entanto, “quem tem a ambição de se apoderar das nossas terras, perde o sentido de cidadania e não respeita os direitos do próximo. Estes partidos não se sentem confortáveis com a nossa sobrevivência e presença contínuas”, advertiu, acrescentando: “a Igreja não mede esforços quando se trata de reivindicar os direitos do seu povo e de garantir um espaço onde possamos viver com dignidade e em paz”.

Desde 2014, a Fundação AIS, tem apoiado a nível internacional os cristãos iraquianos em áreas essenciais como a alimentação, educação e reconstrução, em projectos estimados em mais de 40 milhões de euros.

(Com Departamento de Informação da Fundação AIS)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
CristãosGuerraPerseguição
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Papa Francisco
Francisco Vêneto
Papa Francisco e casais homossexuais: o que e...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
SAINT MICHAEL
Philip Kosloski
Oração a São Miguel por proteção contra inimi...
Rosário
Philip Kosloski
Benefícios do Rosário: 3 virtudes que aprende...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia