Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

20 coisas que o professor do seu filho gostaria de poder desabafar com você

WOMAN
Shutterstock-stockfour
Compartilhar

Após ler esses tópicos você certamente olhará os educadores com mais empatia

Por convenção, ética ou educação – ou até mesmo por falta de coragem ou oportunidade – muitos professores nem sempre falam o que gostariam para os pais dos alunos. Certamente, estes 20 tópicos são as coisas que todo educador gostaria de desabafar com os pais ou responsáveis pelos estudantes:

1.Professores percebem as boas maneiras do seu filho

Crianças devem falar “por favor”, “obrigado” e “com licença”. Tais expressões devem ser ensinadas pelos pais e o uso é supervisionado pelos professores no contexto escolar.

2. Seu filho é especial… assim como o do seu vizinho!

Sem perceber, muitos pais criam os filhos com a sensação de que eles são o centro do universo. Isso é um erro, pois muitas crianças sofrem aos chegar na escola e perceber que dividem a atenção do professor com outros 20 coleguinhas.

3. Seu filho não é moleza

Por passar muitas horas de seus dias em meio a colagens, pinturas e brincadeiras com massa de modelar, um professor muitas vezes ouve que seu trabalho é fácil. Comentários como esse normalmente são ditos por pessoas que esquecem que, quando estão longe dos pais, as crianças demostram outras características de suas personalidades.

4. Temos muitas responsabilidades

Em nosso trabalho acabamos por assumir diariamente papéis como de mãe, pai, psicólogo, amigo e conselheiro. Sem contar que temos de estar o tempo todo atentos a dificuldades de aprendizagem, bullying, problemas em casa e até uso de drogas.

5. Professores ensinam, pais educam

Ninguém gosta de receber palpites externos em relação ao seu trabalho, portanto não subestime a maneira como o professor administra seu plano de aula.

6. Pais e professores são amigos

Estamos do mesmo lado então não nos torne vilões esperando que nossas regras sejam mais duras do que as que você deve impor na sua casa. Trabalhamos conjuntamente para que seu filho seja disciplinado e responsável!

7. Crianças mentem… e muito!

Isso é fato: assim como muitos adultos, eles também mentem para se livrar de problemas. 

8. E também são despretensiosamente sinceras

Você muitas vezes fala sobre assuntos íntimos perto de seu filho imaginando que ele não está prestando atenção. Ledo engano! Seja sobre dívidas, opção partidária ou sobre um atrito com um parente, a questão é que as crianças conhecem todos os segredos de seus pais e costuma revelá-los na escola.

9. Não acoberte as desculpas de seu filho

Ele não fez o trabalho de casa e por isso que faltar da aula. A solução que você encontra é enviar ao professor um bilhetinho justificando a desculpa que a criança inventou. Está na hora de rever esse gesto.

10. Crianças podem – e devem – cometer erros

Por mais que as atitudes dos pais estejam carregadas de boas intenções, existe um momento em que é necessário deixar os filhos livres para tomarem suas decisões e cometerem erros. Quando os pais são 100% disponíveis, as crianças não se sentem motivadas a resolver seus problemas, pois sentem que sempre terão ajuda. Reflita: de que forma seu filho irá aprender o melhor caminho se você indicar um atalho?

11. Leia com o seu filho o máximo de livros que puder

Reserve um tempo de seu dia para estimular esse hábito em seu filho, o domínio e o gosto pela leitura irá garantir seu bom rendimento em sala de aula.

12. A lição de casa é do seu filho

Um professor sabe identificar quando é a criança, ou seu pai, que faz a tarefa. Antes de ajudá-la, lembre-se que no dia seguinte você não estará ao lado caso ela seja cobrada sobre tal assunto ou exercício. A parte que cabe aos pais e orientar e sanar dúvidas, mas nunca concluir a tarefa.

13. Meu trabalho é movido por amor e vocação

Os salários dos educadores é uma prova disso, pois professores não enriquecem com o magistério. Portanto lembre-se que minha dedicação aos alunos é movida pelo entusiasmo e prazer em ensinar.

14. Desconfie do que seu filho diz

Sempre é bom verificar quando seu filho diz que já fez os trabalhos de casa. Por mais que ele não tenha o hábito de mentir, você deve conferir todas as noites se a tarefa foi feita.

15. Converse com seu filho

Conforme crescem, as crianças criam preferências por determinados desenhos e filmes, jogos, livros e esportes. Você pode incentivá-los em seus hobbies comprando coisas como o console do videogame preferido ou a camisa do time de futebol para o qual ele torce, mas lembre-se do mais importante: as crianças gostam de sentir que os pais estão interessados em suas vidas e isso deve acontecer espontaneamente. No dia a dia, não deixe de conversar sobre o universo do seu filho. O bate papo pode ser sobre o nível de dificuldade de determinado jogo, o desfecho de tal livro, se determinado time foi para a 1ª divisão, entre outras coisas.

16. A tecnologia tem tornado as crianças mais introspectivas

Antigamente as crianças costumavam sair para brincar depois de concluírem a lição de casa, o que permitia interação com outras crianças e o contato com diferentes brincadeiras. Nos dias atuais, telas de celulares e computadores tornaram as brincadeiras virtuais, o que deixou de estimular habilidades de comunicação e criatividade. Os pais devem estar atentos, pois nesse contexto as crianças têm enfrentado dificuldades em expor sentimentos e frustrações, principalmente em sala de aula, dificultando o trabalho dos professores.

17. É necessário haver regras no uso de smartphones

Embora devessem permanecer longe das salas de aula, os aparelhos celulares acabam sendo um recurso para pais que necessitam se manter conectados aos filhos. Mediante isso, é preciso lembrar que esses aparelhos são uma grande distração para crianças e adolescentes. Portanto, pais devem desde cedo ensinar os filhos a utilizar esses dispositivos racionalmente, desligando-o durante as aulas.

18. A grande meta não deve ser entrar na faculdade dos sonhos

As crianças não devem ser educadas para serem gênios da matemática e nem futuros ganhadores do Prêmio Nobel. Tanto o ambiente doméstico quanto o escolar devem prezar para que a criança desenvolva noções de responsabilidade e cidadania, que são a base para uma boa formação educacional.

19. Professores também ficamos cansados, por isso crianças gentis fazem toda a diferença

Estudantes desrespeitosos e pais negligentes fazem com que o ato de ensinar deixe de ser prazeroso para muitos educadores. Porém, o sorriso de uma criança carinhosa leva alegria à rotina de um professor. 

20. Ajude seu filho a ser o melhor aluno

As notas mais altas não são garantia de que seu filho é o 1º da classe em todos os quesitos. Para os professores, os alunos que se destacam são felizes, gentis e demonstram ter bom coração.