Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Cadastre-se e receba Aleteia diretamente em seu email. É de graça.
Receber

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

12 coisas importantes que seu filho pode aprender ao praticar esportes

SWIM
Shutterstock/kornnphoto
Compartilhar

O bom espírito esportivo pode ajudar as crianças a desenvolver virtudes de que elas precisarão mais tarde

Os esportes fazem parte do calendário escolar e do horário normal das crianças. Algumas jogam bola ou brincam de correr na frente de casa; outras jogam basquete em um parque do bairro, e ainda outras fazem parte de uma equipe formal e treinam com profissionais.

O exercício físico que começa em uma idade precoce ajuda as crianças a desenvolver suas habilidades e complementa as horas que passam mais sedentárias – estudando, lendo, assistindo à TV ou brincando dentro de casa.

As crianças são como esponjas, aprendendo constantemente e absorvendo lições de seu ambiente. É importante saber como aproveitar as horas que elas passam praticando esportes e tentar garantir que o que aprenderem esteja de acordo com nosso plano educacional para elas.

Você quer que seus filhos sejam respeitosos? É importante que eles leiam sobre o respeito nos livros e que você diga a eles em casa para serem respeitosos, mas também é necessário que eles façam associações na prática, como nos esportes. Ser respeitoso encontra expressão concreta em coisas como dizer olá e tchau com boas maneiras, ouvir seus amigos e companheiros de equipe quando eles propõem algo, prestar atenção ao que o técnico diz, ver seu time rival como companheiros e não como inimigos e aceitar a derrota com serenidade.

Mesmo quando lidamos com esportes que não são necessariamente jogados em equipe, é importante enfatizar que muitos valores continuam sendo aplicados. As crianças lidam com outras pessoas que estão treinando para o mesmo esporte, com seu treinador, com seus pais e assim por diante, e continuam a ter oportunidades de colocar valores em prática.

Aqui estão 12 valores que seu filho pode aprender enquanto pratica esportes. Como um todo, eles formam o que é frequentemente chamado de “espírito esportivo” ou “bom espírito esportivo”.

DEDICAÇÃO E SACRIFÍCIO
1

Participar de esportes significa que as crianças precisam se levantar cedo e aproveitar o tempo de estudo. Elas precisam aprender a priorizar o uso do tempo e usá-lo intensamente. Além disso, requer constância e regularidade. Elas têm que praticar e jogar várias vezes por semana e às vezes no fim de semana. Haverá momentos em que é uma batalha difícil, e é aí que você será capaz de dizer se elas realmente se comprometeram com um senso de responsabilidade.

PERSEVERANÇA E FORTITUDE
2

Todo exercício físico é difícil no começo, e progredir exige que nos empurremos constantemente para além da nossa zona de conforto. O esporte pode ensinar as crianças a se manterem fortes na luta contra os obstáculos que encontrarão na vida.

RESPONSABILIDADE
3

Os esportes são frequentemente o local onde as crianças se encontram com responsabilidades fora de casa. Elas precisam cuidar de seus equipamentos, ser pontuais em suas sessões de treino e jogos, e jogar na posição que o treinador designar, tanto nos dias bons quanto nos ruins.

AMIZADE
4

Uma equipe é uma oportunidade maravilhosa para conhecer outras crianças e criar um grupo de amigos. Seus filhos vão passar muitas horas de sua infância com seus colegas de equipe, e isso pode criar laços que duram a vida inteira. Isso é ainda mais verdadeiro se os pais conhecerem os pais dos outros colegas de equipe e estabelecerem relações sociais com eles, como ir assistir juntos aos jogos.

APRENDENDO A COOPERAR COM OUTROS
5

Quando as crianças participam de esportes coletivos, elas precisam aprender a cooperar com outras crianças que não são seus irmãos. Elas aprendem a compartilhar, a ajudar os outros, a dialogar e a ensinar coisas a outras crianças fora do contexto da sala de aula e da família.

ESPÍRITO DE EQUIPE E TRABALHO EM EQUIPE
6

Os esportes têm a virtude de reunir pessoas diferentes como um time. Quando todos se tornam amigos e aprendem a treinar juntos, apoiando e encorajando um ao outro na vitória e na derrota, é quase uma obra de arte. O trabalho em equipe ajudará cada membro da equipe a descobrir suas qualidades de liderança, a apoiar outros membros da equipe e a receber apoio e senso de lealdade, independentemente do papel que possam desempenhar na equipe. Ajuda a desenvolver a humildade e o realismo.

MOTIVAÇÃO E OTIMISMO
7

Os esportes envolvem trabalhar para conquistas específicas. Todos os jogos e todas as sessões de prática podem ajudar as crianças a terem uma visão de vida otimista e voltada para o futuro. As crianças estão empolgadas em atingir seus objetivos pequenos, como vencer um jogo, visitar outra cidade onde um torneio está sendo realizado ou colocar novos equipamentos pela primeira vez. Ensiná-las a olhar para o futuro – e que possíveis fracassos são muitas vezes um passo necessário no caminho para o sucesso – irá ajudá-las mais tarde a passar por momentos difíceis de fracasso, sofrimento ou perda.

CONSTÂNCIA
8

Treinar e praticar esportes é um processo cumulativo do dia-a-dia que ensina às crianças a importância de formar bons hábitos. Isso as ajudará a superar a preguiça, oferecendo-lhes motivação e recompensas por seus esforços.

EMPATIA E SOLIDARIEDADE
9

Ao praticar esportes, as crianças aprendem a entrar na cabeça de outros jogadores – tanto de seus colegas de equipe quanto de seus concorrentes – e se colocam no lugar deles. Elas têm que tentar antecipar o que os outros precisam e o que os outros farão. Isso pode ajudá-las a crescer na maturidade e a despertar sua generosidade.

RESPEITO
10

Aprender a importância de prestar atenção às palavras de seu treinador, de sua família e de seus colegas de equipe ajuda a aprender respeito, paciência e autocontrole, mesmo quando as emoções estão em alta, como quando um árbitro apita uma decisão ruim.

DIVERSIDADE E INCLUSÃO
11

A diversidade funcional é muito clara no esporte. Não apenas alguns jogadores são mais talentosos, mas alguns também são melhores em certos aspectos de um esporte do que outros. Em uma equipe, os jogadores geralmente são designados para um papel específico de acordo com suas habilidades específicas. Isto pode ensinar as crianças a incluir habitualmente outras pessoas, seja na escola, grupos de amigos, comunidade. Além disso, jogar juntos em uma equipe pode ajudá-las a desenvolver amizades com crianças de outra etnia, religião ou cultura.

COOPERAÇÃO
12

Quando formam uma equipe, todos precisam trabalhar juntos, desde os jogadores até o técnico. Além disso, as crianças estabelecem um relacionamento com os espectadores que as incentivam durante o jogo.

São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.