Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Newsletter Aleteia: uma seleção de conteúdos para uma vida plena e com valor. Cadastre-se e receba nosso boletim direto em seu email.
Registrar

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Pedidos de Jesus: 3 meios que Ele inspirou para divulgar a Divina Misericórdia

Santa Faustina Kowalska Divina Misericórdia
Creative Commons
Compartilhar

Ele os ofereceu a nós através de Santa Faustina Kowalska, apóstola da Misericórdia de Deus

Ao solicitar que a religiosa polonesa Santa Faustina Kowalska (1905-1938) divulgasse com grande ênfase a Divina Misericórdia, Jesus lhe inspirou 3 meios em particular:

1 – A imagem “Jesus, eu confio em Vós”

Segundo o Diário de Santa Faustina, 48, Jesus afirmou:

“Prometo que a alma que venerar esta imagem não perecerá”.

Jesus eu confio em Vós
Creative Commons

2 – A festa da Divina Misericórdia

No ano 2000, o então Papa São João Paulo II concretizou este pedido ao instituir esta nova festa no Segunda Domingo da Páscoa.

De acordo com o Diário de Santa Faustina, 699, Jesus manifestou este pedido:

“Desejo que a Festa da Misericórdia seja refúgio e abrigo para todas as almas, especialmente para os pecadores (…) A alma que se confessar e comungar alcançará o perdão das culpas e das penas”.

3 – O Terço da Divina Misericórdia

Sempre segundo o Diário de Santa Faustina, Jesus também declarou:

“Ainda que o pecador seja o mais endurecido, se recitar este terço uma só vez, alcançará a graça da Minha infinita misericórdia… Desejo conceder graças inimagináveis às almas que confiam em Minha misericórdia” (Diário, 687).

“Defendo toda alma que recitar esse terço na hora da morte, como se fosse a Minha própria glória, e, quando outros o recitarem junto a um agonizante, eles obtêm a mesma indulgência” (Diário, 811).

“Oh, que grandes graças concederei às almas que recitarem esse terço; as entranhas da Minha misericórdia se enternecem por quem reza este terço” (Diário, 848).

______________

A partir de extrato de artigo de Alejandra María Sosa Elízaga veiculado em 2017 pelo Sistema Informativo da Arquidiocese do México (SIAME)

São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.