Aleteia
Segunda-feira 26 Outubro |
São Fulco
Para Ela

Aqui está um ótimo sistema para comprar e usar menos roupas

SMILING WOMAN

SHUTTERSTOCK

Dolors Massot - publicado em 25/04/19

O projeto 333 é bom para nossas finanças e para o planeta

Todo ano é bom que examinemos nossas vidas e vejamos como podemos nos livrar de pertences materiais extras que entulham nossos corações e nossas vidas. Também é uma boa oportunidade para darmos as coisas que realmente não precisamos diretamente para as pessoas que conhecemos que podem usá-las, ou para organizações de caridade que podem usá-las para ajudar os necessitados.

Uma maneira de fazer isso é rever a quantidade de roupas que compramos e usamos. O fato é que a maioria de nós compra mais roupas do que precisa. Muitas pessoas até teriam que admitir que possuem peças de vestuário que compraram por impulso, mas que, mesmo um ano depois, não usaram.

Comprar menos roupas tem vários benefícios. Além de nos tornar mais responsáveis ​​com nossas próprias finanças, nos ajuda a criar um relacionamento mais sustentável com o meio ambiente. É um daqueles passos diários que qualquer um de nós pode dar para colocar em prática o chamado do Papa Francisco em sua encíclica “Laudato Si”, para cuidar mais do nosso lar comum, a Terra. No entanto, como qualquer outra boa intenção, é mais fácil dizer do que fazer.

Em 2010, Courtney Carver criou um novo desafio de moda minimalista para ajudar as pessoas a reduzir o consumo de roupas: o Projeto 333. Este desafio propõe que nós tomemos um momento para olhar as roupas em nosso armário, analisar o que temos e selecionar apenas 33 peças de roupa – incluindo acessórios – para usar nos próximos 3 meses. Por isso, o número 333.

Courtney Carver criou o Projeto 333 como resultado de um processo de reexame de sua vida que resultou do seu diagnóstico de esclerose múltipla em 2006. Aprender sobre sua doença a fez querer simplificar sua vida. Ela descreve sua história, idéias e experiências em seu blog, Be more with less (Seja mais com menos).

Faça o desafio 333 pelo menos uma vez

Nove anos depois de ter sido lançado, o Projeto 333 continua forte. Pode ser difícil viver as regras deste desafio de forma permanente; a quantidade de roupas que precisamos depende, em certa medida, do nosso estilo de vida, nossas obrigações sociais e nossas ocupações profissionais. No entanto, fazer o desafio pelo menos uma vez nos ajudará a descobrir muitas coisas sobre nós mesmos e pode nos ensinar pelo menos três lições:

1. Aprender a priorizar

Precisamos aprender a esquecer o “só neste caso”, e o Projeto 333 nos ajudará a nos perguntar se realmente precisamos de cada uma de nossas peças de vestuário. Isso nos tornará mais seletivos e nos fará pensar sobre as razões pelas quais precisamos ou preferimos uma peça de roupa em vez de outra.

2. Pensar duas vezes antes de comprar

Uma vez que tenhamos escolhido as 33 peças de roupa que vamos guardar em nosso armário, isso nos fará parar e pensar com muito mais cuidado antes de comprarmos outra coisa a mais. Vamos aprender a ver o que já temos antes de comprar algo novo, que é uma maneira maravilhosa de economizar dinheiro.

3. Aprender a distinguir a qualidade da roupa

Se tivermos apenas 33 peças de roupa, isso significa que lavaremos cada item com mais frequência. Dessa forma, descobriremos quais tipos de tecidos duram mais e quais se desgastam mais facilmente. Essa experiência nos ajudará a sermos consumidores mais informados e conscientes.

Nenhum método funciona para absolutamente todo mundo. No entanto, um dos maiores obstáculos para se viver com responsabilidade é a falta de consciência e uma tendência irracional de acumular coisas de que não precisamos. O Projeto 333, e outros desafios minimalistas similares, podem nos ajudar a elevar nossa consciência e fazer as mudanças de que precisamos em nossas vidas para sermos cidadãos mais livres e responsáveis ​​no planeta Terra.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
Meio ambienteMulher
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Papa Francisco
Francisco Vêneto
Papa Francisco e casais homossexuais: o que e...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
SAINT MICHAEL
Philip Kosloski
Oração a São Miguel por proteção contra inimi...
Rosário
Philip Kosloski
Benefícios do Rosário: 3 virtudes que aprende...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia