Aleteia

Católicos cresceram 9,8% no mundo entre 2010 e 2017 – mas vocações caíram

Compartilhar

Este e outros dados estatísticos foram divulgados nesta sexta pelo jornal vaticano L’Osservatore Romano

O jornal vaticano L’Osservatore Romano divulgou nesta sexta-feira, 26, uma série de dados estatísticos sobre a Igreja Católica relativos ao período 2010-2017:

  • A população católica passou de 1,196 bilhão em 2010 para 1,313 bilhão no final de 2017.
  • O aumento foi de 9,8%.
  • 17,8% dos católicos do mundo vivem na África, o continente com maior crescimento de batizados.
  • 22% vivem na Europa, onde houve leve aumento de 0,3%.
  • Quase a metade dos católicos do mundo vivem na América.
  • O Brasil continua sendo a nação com o maior número de fiéis católicos no planeta.
  • O número de padres subiu de 412.236 em 2010 para 414.582 no final de 2017.
  • O crescimento se deve aos diocesanos: de 277.000 para 281.810.
  • Os sacerdotes religiosos, porém, passaram de 135.227 para 132.772.
  • Também houve queda de 3,1% no número de vocações sacerdotais.
  • A maior queda, no entanto, atingiu o total de religiosas católicas no mundo: -10%.
  • As maiores baixas entre as freiras ocorreram na Ocenia (19,4%), Europa (19,1%) e América (16,3%).
  • O número de religiosas cresceu na África e na Ásia, que, portanto, tiveram sua participação no total mundial aumentada de 32,1% para 38,1%.
  • Houve, por outro lado, “crescimento acentuado” na quantidade de agentes pastorais: diáconos permanentes, catequistas e missionários leigos.
Boletim
Receba Aleteia todo dia