Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Receba diretamente no seu email os artigos da Aleteia.
Cadastrar-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Estudo britânico: fazer peregrinações é benéfico para a saúde

© DR
Compartilhar

Conclusão de pesquisa feita por duas doutoras recomenda as peregrinações como mais eficazes que outros métodos terapêuticos

Um estudo realizado pelas doutoras Leighanne Higgins e Kathy Hamilton, das universidades de Lancaster e Strathclyde, no Reino Unido, chegou à conclusão de que fazer peregrinações é benéfico para a saúde do corpo e da mente.

Para o estudo “Therapeutic Servicescapes and Market-Mediated Performances of Emotional Suffering” (“Lugares de serviços terapêuticos e resultados do sofrimento emocional mediados pelo mercado”), publicado em 11 de maio de 2018, elas entrevistaram peregrinos e romeiros e observaram que a prática da peregrinação pode ser mais eficaz do que outros métodos terapêuticos.

A dra. Higgins observou:

“A nossa pesquisa é útil porque mostra que as empresas podem cultivar emoções para promover o bem-estar, especialmente quando a sociedade nos diz que essas emoções não devem ser mostradas ou compartilhadas em público”.

Segundo ela, a pesquisa aponta que

“(…) os consumidores estão escolhendo visitar certos lugares considerados como espaços seguros a fim de enfrentar seus sentimentos, dores ou preocupações. Estamos presenciando níveis sem precedentes de problemas de saúde mental e a nossa pesquisa descobre que os consumidores enfrentam sofrimento emocional que supera as sessões de terapia tradicional e privada. As peregrinações poderiam ser úteis como retiro pessoal e/ou da empresa, ou para a capacitação de funcionários, visando ajudar a diminuir o estresse e a ansiedade no local de trabalho e a aumentar o bem-estar mental. O turismo religioso tem uma posição única no mercado e é provável que a demanda por peregrinações continue aumentando”.

Naturalmente, também as peregrinações devem observar as virtudes cristãs da prudência e do zelo responsável pela própria vida: se você estiver com problemas de saúde, consulte um médico de confiança para certificar-se de que o esforço físico envolvido numa peregrinação é compatível com o cuidado do seu bem-estar. Os benefícios que a fé proporciona ao nosso corpo e mente são um fato reiteradamente comprovado por estudos científicos; no entanto, como bem nos lembra São João Paulo II, “a fé e a razão são as duas asas pelas quais o espírito humano se eleva à contemplação da verdade“: viva a sua fé sem deixar a razão de lado, já que fé irracional é mera superstição ou até fanatismo!

Com informações de Gaudium Press

Boletim
Receba Aleteia todo dia