Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Receba diretamente no seu email os artigos da Aleteia.
Cadastrar-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Núcleo Fé e Cultura da PUCSP lança Ciclo de Estudos sobre Políticas Públicas a partir dos princípios da doutrina social da Igreja

TABELA PŁACZU
Helloquence /Unsplash | CC0
Compartilhar

Projeto utiliza documentos importantes do magistério social católico e tem como objetivo desenvolver a reflexão sobre a doutrina social da Igreja a partir do tema da Campanha da Fraternidade 2019 – Fraternidade e políticas públicas

O Núcleo Fé e Cultura da PUCSP, em parceria com a Oficina Municipal e o jornal O São Paulo, da arquidiocese de São Paulo, desenvolveram o Ciclo de Estudos “Políticas públicas à luz da doutrina social da Igreja”, realizado por meio de uma plataforma online constituída por um conjunto de vídeos e textos  que discutem os principais desafios das políticas públicas no Brasil a partir dos princípios da doutrina social da Igreja.

O Ciclo de Estudos é uma atividade aberta a todos, e foi criado com o propósito de atender a dois objetivos: (1) criar um material para aprofundar o estudo dos desafios enfrentados pelas políticas públicas no Brasil, em complementação ao já produzido pela CNBB para a Campanha da Fraternidade desse ano; (2) mostrar como a doutrina social da Igreja pode ser utilizada para um discernimento justo e um diálogo aberto sobre a nossa realidade social e política.

“A proposta do Ciclo de Estudos é oferecer, ao longo de todo o ano de 2019, um material para estudo online, que cada interessado pode acessar em sua casa. Nele, estão previstos dois mecanismos de interação: o primeiro, no final de cada texto de estudo existe uma pequena pergunta, que pode ser respondida e encaminhada para a coordenação do projeto; e segundo, também se pode requisitar a presença de alguém da equipe organizadora em seminários e encontros de aprofundamento de grupos que estiverem estudando o material”, informa o Prof. Dr. Francisco Borba, Coordenador do Núcleo Fé e Cultura da PUCSP e monitor do Ciclo de Estudos.

Os temas propostos dentro do Ciclo de Estudos foram selecionados em função da sua relevância no contexto brasileiro. Sete referem-se a políticas públicas específicas, cinco são temas “transversais”, que impactam qualquer política pública (Família, Voluntariado e Terceiro Setor, Finanças públicas, Qualidade da democracia e Influência ideológica), e encerra-se com duas mesas redondas que procuram dar uma perspectiva mais ampla à problemática abordada ao longo do Ciclo de Estudos.

Segundo o professor Borba, cada um desses desafios é analisado a partir de um estudo preciso dos documentos da Igreja e do diálogo com um especialista no tema. “Os especialistas entrevistados são, em sua maioria, professores universitários que também possuem experiência prática na gestão de políticas públicas, assim como conhecimento na vida eclesial e diálogo com movimentos e organizações católicas”, diz.

O material foi elaborado com uma atenção especial em sempre deixar claro o princípio de uma sadia laicidade, que orienta a doutrina social da Igreja. “Não quer dizer como o Estado deve conduzir as políticas públicas, mas criar um diálogo entre a sabedoria cristã e todas as posições sociais e políticas existente no Brasil de hoje, com vistas à construção do bem comum”, complementa o professor Borba.

O Ciclo de Estudos “Políticas públicas à luz da doutrina social da Igreja” deve ser acessado pelo site https://olharintegral.com/, e fornece uma Declaração de Participação para aqueles que tiveram uma frequência mínima de 70% das atividades. Para ser acompanhado no estudo e receber a Declaração de Participação, a inscrição deve ser feita pelo e-mail fecultura@pucsp.br.

Boletim
Receba Aleteia todo dia
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.