Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Alimente o seu espírito. Receba grátis os artigos da Aleteia toda manhã.
Inscreva-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Como manter-se em paz e com o pensamento em Deus ao longo do dia

MAN,PRAYING
Shutterstock
Compartilhar

Um monge carmelita passou anos aperfeiçoando a habilidade de permanecer na presença de Deus, independentemente da atividade em que estivesse envolvido

Na nossa vida cotidiana, Deus é, muitas vezes, o pensamento mais distante de nossas mentes. Geralmente pensamos sobre a atividade em que estamos envolvidos ou sobre os nossos vários relacionamentos (família, trabalho etc). No entanto, São Paulo escreve: “Orai sem cessar” (1 Tessalonicenses 5:17).

Isso não quer dizer que tenhamos que ficar na igreja de joelhos todos os dias (e o dia todo). Mas as palavras de São Paulo nos desafiam a pensar criativamente sobre como podemos manter Deus sempre em nossas mentes.

O irmão Lawrence, um monge carmelita do século XVII, era um especialista nessa forma de oração. Um colega dele registrou sua profunda sabedoria.

“[O irmão Lawrence] exercitou-se no conhecimento e no amor de Deus, resolvendo usar o máximo esforço para viver num sentido contínuo da Sua Presença e, se possível, nunca esquecê-Lo… Ele ia ao seu trabalho na cozinha (porque ele era o cozinheiro da comunidade) e, havendo primeiro terminado as coisas que seu ofício exigia e definido quando e como cada coisa deveria ser feita, ele passava todos os intervalos de seu tempo em oração.”

Irmão Lawrence até escreveu uma breve oração para ser feita antes de seus deveres: 

Ó, meu Deus, visto que Tu estás comigo, e devo agora, em obediência a Tuas ordens, concentrar minha mente nessas coisas exteriores, peço-Te que me conceda a graça de continuar em Tua presença; e para este fim concede-me Tua assistência, recebe todas as minhas obras e todas as minhas afeições.”

Aqueles que o viam ficavam surpresos com a sua tranquilidade em meio às muitas exigências da cozinha.

Enfim, manter nossos pensamentos em Deus é uma maneira eficaz de permanecermos em paz. Pode não ser fácil, especialmente quando as obrigações do trabalho ou da família parecem atrapalhar. No entanto, o irmão Lawrence não via seu trabalho como um obstáculo, mas como um caminho para desenvolver seu relacionamento com Deus. 

Que tal tentarmos fazer como ele fez? 

Boletim
Receba Aleteia todo dia