Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Terça-feira 13 Abril |
São Martinho I
home iconEstilo de vida
line break icon

7 pensamentos negativos que roubam sua felicidade

BOY, SCHOOL, WINDOW

Lolostock | Shutterstock

Dolors Massot - publicado em 07/05/19

Veja por que você precisa combater esses padrões de pensamento

Todos nós temos um senso intuitivo da relação entre corpo e alma. O filósofo grego Aristóteles também escreveu sobre a influência das paixões no corpo, e sobre quanta a tristeza e cansaço o mal causa em nós.

Nosso corpo é como a praia. Tudo o que nos acontece na alma deixa marcas na areia: as ondas, as marés altas e baixas, os passos de cada pessoa. Tudo marca.

Boris Cyrulnik, neurologista de prestígio e psiquiatra francês que está bem familiarizado com o sofrimento humano – como um judeu que sofreu perseguição nazista na Segunda Guerra Mundial – escreveu: “todas as nossas emoções estão escritas no nível do corpo”.

Preston Ni, professor da Foothill College, no Vale do Silício (Califórnia) e professor de comunicação há mais de 25 anos, também escreveu sobre esse assunto. Em seu livro How to Let Go of Negative Thoughts and Emotions, ele publicou uma lista de pensamentos negativos que impedem as pessoas de serem felizes. Esta lista apareceu na revista Psychology Today.

Preston diz: “Muitos estudos revelam como as atitudes negativas crônicas podem afetar a saúde, a felicidade e o bem-estar”. Portanto, é melhor estar alerta para os seguintes tipos de pensamentos negativos.

Conversa auto-destrutiva

“Eu não posso”, “eu não valho a pena”, “eu não entendi direito”… Essas são frases com uma negatividade que muitas vezes nos paralisa. Nós estabelecemos barreiras dentro de nós mesmos. É melhor perguntar a si mesmo “Por que não?” E tentar. Pelo menos você terá tentado.

Imagine que você está procurando emprego. O “eu não consigo” elimina muitas possibilidades desde o começo. Não deixe isso acontecer. Dê a si mesmo uma chance e vá em frente.

“Pense no pior e espere o melhor”

Essa parece ser a “medida de todas as coisas” para uma pessoa desconfiada. Se você seguir esse caminho, afastará muitas pessoas que poderiam influenciar positivamente sua vida. Que seja você quem descobre se valeu a pena conhecer essa pessoa. Ou como valeu a pena empreender esse projeto.

Pensar no pior é a atitude covarde da pessoa que se considera um homem sábio à distância. Não se deixe levar por um preconceito que leva você a pensar que tudo vai dar errado antes mesmo de você começar.

Comparar-se com os outros

Comparar-nos com os outros é uma tentação típica. Somos seres sociais por natureza e é normal “checar as pessoas” quando as encontramos e tirar conclusões sobre o que já sabemos. Logicamente, “o que já sabemos” inclui a nós mesmos.

Mesmo se compararmos, o objetivo de conhecer melhor a pessoa deve ter prioridade.

Na vida, vamos conhecer pessoas que são melhores que nós em muitas coisas. Isso não deve levar a nos sentirmos mal ou invejosos, mas a agradecer pelo dom de sua amizade (se for o caso) e aprender com eles.

Estar preso no passado

Nostalgia e melancolia são emoções que precisam ser mantidas sob controle.

Temos que colocar o foco no aqui e agora. Não vale a pena entrar em lamentações estéreis, lamber nossas feridas, ou pensar que “no passado era muito melhor”.

Qualquer um que ficar preso no passado está procurando a compaixão dos outros de uma maneira egoísta. Ele não se move, mas quer que os outros o escutem.

Goethe nos deixou uma citação magnífica sobre como valorizar o passado: “Não vou insistir no passado. Vou tomar melhores decisões hoje e seguir em frente.”

Culpar os outros pelo nosso infortúnio

Em certos momentos da vida, alguém pode ter nos machucado: um empregador despede injustamente um trabalhador, um parceiro engana o outro, um colega mente, um irmão trai a confiança da família…

Mas um infortúnio nunca pode condicionar totalmente uma vida. Temos que encontrar a porta de saída dessa situação.

Devemos lembrar do significado da vida e a responsabilidade de ter sucesso. Atitude é fundamental, diz Victor Küppers em seus livros.

Não perdoar a si mesmo por um erro

Todos nós, absolutamente todos, cometemos erros. Sabendo que a natureza humana é imperfeita, qual é o ponto de esperar que se aja como um deus?

Não perdoar a si mesmo é teimosia e orgulho. Você tem que saber analisar o erro, reconhecer quem você machucou e pedir perdão. E, claro, você tem que se perdoar.

Às vezes, aqueles que dizem que não podem perdoar a si mesmos estão escondendo outras coisas, como o medo de que os outros não os perdoem, ou que se sintam humilhados diante dos outros.

Ter medo de falhar

O medo pode nos paralisar. Mas não devemos permitir que isso aconteça. É um medo de algo que ainda não aconteceu e, portanto, é um medo infundado.

É bom saber como pesar as dificuldades, mas isso tem que nos ajudar a pensar sobre o que fazemos para superá-las, nunca como uma justificativa para não agir.

Tags:
AmizadeInteligencia emocionalPerdãoVirtudes
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
PRINCE PHILIP
Cerith Gardiner
11 fatos interessantes sobre o falecido príncipe Philip
2
Jim Caviezel
J-P Mauro
Jim Caviezel fez o que pode ser considerado um dos maiores discur...
3
DIVINE MERCY
Reportagem local
Como obter indulgência plenária no Domingo da Divina Misericórdia...
4
CARDEAL RANIERO CANTALAMESSA
Francisco Vêneto
Desobediência à Igreja dilacera a fraternidade católica, diz preg...
5
Reportagem local
Santo Sudário, novo estudo: “Não é imagem de morto, mas de ...
6
LOVE AND MERCY FILM
Aleteia Brasil
O filme sobre Santa Faustina e a Divina Misericórdia já está disp...
7
Pe. Gabriel Vila Verde
Reportagem local
Ditadores proibiram missas ao longo da história, recorda pe. Gabr...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia