Aleteia
Quarta-feira 21 Outubro |
São Bertoldo de Parma
Espiritualidade

Quer paz, presença de Deus e santidade? Aqui está uma solução

Syda Productions

Pe. Jeff Kirby - publicado em 08/05/19

A essência do nosso abandono à providência divina implica a compreensão da única oportunidade que realmente temos para responder a Ele

O tempo pascal relembra os 40 dias que o Senhor Jesus passou com os apóstolos após a ressurreição e os nove dias de espera pela vinda do Espírito Santo.

A fé na ressurreição nos desafia a ver os arranjos da providência divina aqui e agora. A ressurreição reafirma que todas as coisas devem sua natureza, realidade e força à vontade de Deus. Essa verdade profunda é o coração do ensino bíblico da providência divina. Deus cuida da criação. Ele também tem um amor único e íntimo pela humanidade, como a coroação de sua criação.

Percebendo esse amor, manifestado em Cristo ressuscitado, todos os dias somos convidados a compreender como Deus organiza de maneira esplêndida todas as coisas, para que recebamos todos os meios necessários para viver como o Senhor Jesus, entregando-nos à providência divina – onde quer que seja, mesmo em meio ao sofrimento – e a seguir generosamente o mais perfeito caminho do amor.

O momento presente, portanto, é a melhor oportunidade para crescer em nossa compreensão da bondade de Deus e cuidar de nós. Essa é a essência do nosso abandono à providência divina.

Nosso abandono, por mais aterradora que seja a palavra para a maioria de nós, é um ato de fé no cuidado paternal de Deus por nós. E assim somos chamados a nos presentificar aqui e agora.

Este momento presente, elevado pela graça e glória da ressurreição, constantemente nos dá vislumbres e nos aponta para a eternidade. E este momento é onde Deus nos quer, onde ele procura nos encontrar; e Ele moveu o céu e a terra para que estivéssemos presentes neste momento e neste lugar específico com Ele.

Não importa o que estiver acontecendo, a vontade de Deus está sempre no momento presente e é a própria vida do corpo e da alma, independentemente da condição em que eles estejam. Somos sustentados – alma e corpo – pelo nosso abandono e confiança na vontade de Deus.

Quando a ressurreição brilha no momento presente, a fé apresenta os deveres de nossas vidas de uma maneira positiva e santificante. Por mais mundanos que possam parecer, nossos deveres e compromissos diários são os meios comuns para a santidade.

Somos convocados a abraçar essas tarefas, realizá-las virtuosamente e encontrar Deus no meio delas. Somos alimentados, fortalecidos, purificados, enriquecidos e santificados pelo fiel cumprimento de nossos deveres no momento presente.

A fé nos instiga pela vida. Ela mostra a glória da ressurreição diante de nós. Inspira-nos.

Ao desenvolver o processo de fazer a nossa parte e nos abandonar à providência divina, é-nos oferecida a paz do Cristo ressuscitado, como ele repetia com frequência aos seus apóstolos: “A paz esteja convosco!”

Uma paz tão insuperável é o rico fruto de um abandono a Deus. Esta paz confirma dentro de nós que não há nada mais benéfico para nós do que a vontade de Deus, e não há absolutamente nada que nos dê mais paz ou faça mais para nos tornar santos do que obedecer a vontade de Deus.

O processo de abandono à providência divina é tão exigente quanto consolador. Um movimento nos leva ao outro para que cada um de nós saiba como se abandonar e habitar na providência abundante de Deus.

E assim vemos como a santidade é tangível e acessível e como somos todos convidados a cooperar com Deus. A partir desses atos, compreendemos as promessas da ressurreição e mostramos, no esplendor de sua luz, o poder sacramental belo e transformador da vida no momento presente.

Fazendo a nossa parte, cumprindo nossos deveres e vendo a presença de Deus em todas as coisas, somos presenteados com uma paz de ressurreição que está além de qualquer compreensão neste mundo.

Aceitaremos o chamado para nos rendermos à providência divina? Vamos nos concentrar na ressurreição e buscar a paz que só Jesus Cristo pode nos dar? Este é o convite do tempo pascal. Esta é a convocação do Cristo ressuscitado. A paz de Deus nos espera!

Padre Jeffrey Kirby, STD, é pároco da Igreja Nossa Senhora da Graça, em Indian Land, EUA. Ele é autor do livro Be Not Troubled: A Six-Day Personal Retreat with Fr. Jean-Pierre de Caussade.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
DoutrinaMeditaçãoOração
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
CARLO ACUTIS
John Burger
Como foram os últimos dias de vida de Carlo A...
violência contra padres no Brasil
Francisco Vêneto
Outubro de cruz para padres no Brasil: um per...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Pe. Gilmar
Reportagem local
Padre é encontrado após três dias desaparecid...
CHILE
Reportagem local
Duas igrejas são incendiadas durante protesto...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia