Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Cadastre-se e receba Aleteia diretamente em seu email. É de graça.
Receber

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Como a devoção a Maria pode nos levar a uma Adoração Eucarística mais profunda

MONSTRANCE
Mari Tere | Shutterstock
Compartilhar

São Pedro Julião acreditava que quanto mais perto alguém estivesse de Maria, mais perto também estava de Jesus Eucarístico

Em 13 de maio de 1856, o padre francês Pedro Julião Eymard fundou a Congregação do Santíssimo Sacramento, uma ordem religiosa dedicada a difundir um profundo amor a Jesus na Santa Eucaristia.

Eymard acreditava firmemente que existia uma forte ligação entre a devoção à Virgem Maria e o Santíssimo Sacramento. Inclusive, ele invocava Nossa Senhora sob o título de “Nossa Senhora do Santíssimo Sacramento”. Após sua morte foi instituída a festa de Nossa Senhora do Santíssimo Sacramento, celebrada no dia 13 de maio.

Durante sua vida, Eymard escreveu uma série de reflexões que foram compiladas em um livro intitulado Month of Our Lady of the Blessed Sacrament (“Mês de Nossa Senhora do Santíssimo Sacramento”), que traz meditações diárias para o mês de maio.

Na obra, ele explica como Maria se tornou um modelo a ser seguido para quem quer praticar uma autêntica adoração: 

“Jesus deixou-nos a Sua Mãe Divina para ser a Mãe e o Modelo de Adoração … Foi Maria quem primeiro adorou a Palavra Encarnada. Ele estava em seu ventre e ninguém na terra sabia disso. Quão bem Nosso Senhor serviu no ventre de Maria! Nunca encontrou um cibório, um vaso de ouro mais precioso ou mais puro que o ventre de Maria. A adoração de Maria regozijou-o mais do que a de todos os anjos. ‘O Senhor colocou o seu tabernáculo no sol’, diz o salmista. Aquele sol é o coração de Maria … Em Belém, Maria foi a primeira a adorar seu Divino Filho deitado no berço. Ela adorava-o com o amor perfeito de uma virgem mãe.”

O exemplo de Maria deve inspirar-nos a contemplar e a adorar o nosso Senhor Eucarístico, verdadeiramente presente na hóstia consagrada. Quanto mais refletimos sobre a vida de Maria, mais podemos ver quanto tempo ela deve ter gasto olhando e adorando seu Filho, o salvador do mundo.

Então, na próxima vez que você visitar uma Igreja Católica e ver o tabernáculo que contém o Santíssimo Sacramento, pense na Virgem Maria e em como ela teria visto seu Filho com um olhar mais puro e amoroso. É através desta adoração que podemos inflamar dentro de nossos corações o profundo amor a Deus.

Abaixo, uma pequena oração composta por Eymard. A prece pede a Nossa Senhora que interceda por nós para nos tornarmos dignos “adoradores” de seu Filho:

Ó Maria, ensina-nos a vida de adoração!Ensina-nos a encontrar, como tu, todos os mistérios e todas as graças da Eucaristia, a fim de revivermos o Evangelho e a vida eucarística de Jesus! Lembre-se, Senhora do Santíssimo Sacramento, que tu és a Mãe de todos os adoradores da Sagrada Eucaristia.”

 

Boletim
Receba Aleteia todo dia
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.