Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Ela escapou da guerra e agora envia próteses para crianças mutiladas

Compartilhar

Episódio 9 da séria especial "Look Up - Histórias de Esperança"

 

Quando a guerra na Síria começou, em 2012, Haya e suas amigas pensaram que o conflito acabaria logo. Mas não foi isso que aconteceu. Todos ficaram cada vez mais amedrontados, e não era mais seguro ir à escola. Então Haya e sua família fugiram de sua cidade síria devastada pela guerra, Aleppo. Hoje Haya mora com a mãe e os irmãos em Los Angeles, mas ela não esquece de onde veio e decidiu fazer algo para ajudar. “O que eu estou fazendo não muda o conflito na Síria, mas muda as pessoas que estão sendo afetadas pelo conflito.” Como escoteira, ela começou o projeto “Rise Again”, que hoje é uma organização sem fins lucrativos que ajuda os sírios a “ressurgirem”, doando próteses para crianças e jovens que foram feridos em consequência da guerra. “Cada pessoa tem seu próprio mundo, então estamos mudando o mundo dessa pessoa quando estamos ajudando. Cada coisa pequena importa, e todos nós temos o poder de promover uma mudança ”.

Descubra outras histórias como esta

São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.