Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Newsletter Aleteia: uma seleção de conteúdos para uma vida plena e com valor. Cadastre-se e receba nosso boletim direto em seu email.
Registrar

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

5 maneiras de viver bem com pouco dinheiro

FAMILY,FEET,CHILDREN
GettyImages
Compartilhar

Veja como algumas grandes famílias católicas vivem uma vida plena mesmo com um orçamento apertado

Ter 3 filhos ou mais significa automaticamente que você vai lutar financeiramente. Basta olhar para a família Fatzinger, que foi citada no The Washington Post por seu impressionante estilo de vida.

Os Fatzinger estão conseguindo a façanha de mandar todos os 13 filhos para a faculdade e ainda viver livre de dívidas. E, além disso, Rob (programador de software) e Sam (mãe que trabalha em período integral em casa), planejam se aposentar cedo, aos 62 anos, tendo para isso autonomia financeira. Isso é impressionante!

As circunstâncias de cada família são diferentes. Mas o fato é que as famílias grandes, não importa quantos negócios tenham, lutam para sobreviver. Diante disso, os Fatzingers ofereceram alguns conselhos e ideias criativas que podem ajudar-nos a viver bem mesmo com um orçamento. (É claro que essas sugestões devem ser tomadas como inspiração e não como regra: toda família tem necessidades específicas e dizer que há uma solução geral para todos seria simplificar demais.)

Aqui estão cinco dicas surpreendentes e factíveis para uma família viver bem com pouco dinheiro.

Coloque os filhos para trabalhar

Sam disse ao The Washington Post que todos os seus filhos começaram a trabalhar assim que atingiram a idade suficiente. Sua filha Barbara, de 20 anos, que estuda na Universidade de Maryland, em Baltimore, começou a ser babysitter aos 11 anos. Mais tarde, ela trabalhou em uma sorveteria. Ela usou suas próprias economias para comprar um carro usado aos 15 anos, antes mesmo de ter idade suficiente para tirar a carteira de habilitação (16 anos nos EUA).

Freecycle

Os Fatzingers não apenas compram coisas de segunda mão; eles obtêm coisas de graça. Eles fazem uso do “freecycle”. O Freecycle Network é um site de comunidades nos EUA. Qualquer pessoa pode listar praticamente qualquer coisa no site, desde que seja gratuita, disponibilizando-a para outras pessoas que possam querer (sabendo garimpar, acha-se muita coisa boa).

Faculdade local

A educação universitária é cara, mas ainda pode ser atingida. O plano dos Fatzinger envolve começar na faculdade local da comunidade e formar os filhos sem dívidas. Isso significa candidatar-se a bolsas de estudo, trabalhar na faculdade, morar em casa e contar com a economia de empregos da adolescência e durante o ensino médio. Cada criança também tem a sorte de receber uma cota única de presente de um avô para a faculdade (infelizmente, nem toda família tem esse recurso).

Pense em “rico” como um sentimento, não como um nível de renda

A filosofia de Rob é: “Gaste dinheiro com o que te faz realmente feliz e com o que você gosta. Nós não nos sentimos desprovidos de recursos nem pobres. Nós apenas escolhemos cuidadosamente.”

Confie no amigos da igreja e da família

Esse ponto é muito importante. Independentemente da engenhosidade de Rob e Sam, eles não podiam criar uma família numerosa sozinhos. Eles planejam muito bem, mas não vivem em uma ilha deserta. Os Fatzingers aceitam ajuda dos amigos, vizinhos e da comunidade da igreja. Não é raro coisas “aparecerem” em sua porta. Certa vez, um amigo da igreja chegou a dar-lhes um carro usado. Não é incomum que eles também recebam vales-presente. Não é que eles saiam pedindo coisas, muito pelo contrário, a comunidade tem alegria em ajudar uma família numerosa. E eles aceitam com humildade.

Algumas outras dicas úteis

Sempre opte por produtos de alta qualidade. Considere-os um investimento que seus filhos podem usar por anos. Quando eles deixarem de usar, a chance é grande de que seja aproveitado por algum irmão.

Compre um freezer grande e armazene-o com alimentos comprados e preparados a granel. Você deve ter uma maneira eficiente de armazenar as coisas que comprar em promoções.

Faça uma horta para ter frutas, vegetais e temperos frescos. Congele os produtos que sobrarem das colheitas para evitar desperdício.

Pesquise lojas e sites de segunda mão para itens secundários, que não necessariamente precisem ser de alta qualidade. Fique de olho nas promoções e nos bônus de compras.

Use a biblioteca local. Registre-se na biblioteca pública local e aproveite livros, CDs, DVDs, softwares, aulas de tecnologia e outros recursos gratuitos disponíveis na sua comunidade local.

Seja criativo e habilidoso com itens caseiros, como fantasias de carnaval, Halloween e outras festas, e reutilize-os de um ano para outro (ou pelo menos de irmão para irmão).

Guarde materiais recicláveis, como caixas de ovos e rolos de papel higiênico, para atividades de artes e artesanato em casa para diversão a baixo custo.

Tire proveito de atividades culturais gratuitas em museus, universidades e parques locais. Muitas instituições oferecem eventos públicos gratuitos e descontos para famílias.

Caminhe e use o transporte público sempre que puder. É um bom exercício e ótimo para o planeta.

Faça trocas de roupas com outras mães da vizinhança. Meninas adolescentes podem amar especialmente essa ideia.

Faça trocas de casa para férias em família. Você pode trocar com amigos que moram em outros lugares ou procurar por serviços assim na comunidade ou em sites confiáveis.

Quando usar o drive-through, peça refeições para seus filhos, mas não para você mesmo. Muitas vezes, as porções são grandes demais para as crianças comerem sem uma pequena ajuda.

Boletim
Receba Aleteia todo dia
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.