Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Alimente o seu espírito. Receba grátis os artigos da Aleteia toda manhã.
Inscreva-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

“Carta a uma Igreja Sofredora”, de Robert Barron, é um convite à perseverança

BISHOP BARRON
Compartilhar

Ele é muito franco sobre o que a Igreja está enfrentando, mas também chama a perseverar e ajudar

Por que Jesus Cristo e sua Igreja valem a pena, mesmo em momentos em que a Igreja de Cristo passa por dificuldades?

Traçar um panorama da Boa Nova foi o experimento mental que o bispo Robert Barron, auxiliar de Los Angeles, conhecido por suas pregações e apologética, adotou em um novo livro chamado “Carta a uma Igreja Sofredora: um bispo fala sobre a crise dos abusos sexuais“.

O livro é um chamado aos católicos para “permanecer e lutar” – porque, de acordo com uma estatística citada por Barron, na esteira dos escândalos de abusos sexuais, 37% dos católicos nos EUA estariam considerando seriamente abandonar a Igreja.

Para defender seu ponto de vista, o bispo Barron afirma:

Simplesmente nunca há uma boa razão para deixar a Igreja. Nunca. Há boas razões para criticar as pessoas da Igreja? Muitas. Há razões legítimas para se irritar com a corrupção, a estupidez, o carreirismo, a crueldade, a ganância e a má conduta sexual por parte de alguns líderes da Igreja? Pode apostar que sim. Mas há motivos para se afastar da graça de Cristo através da qual a vida eterna é encontrada? Não. Nunca, em nenhuma circunstância.

O bispo Barron oferece cinco razões concretas para ficar na Igreja. Ele as apresenta depois de um resumo franco da gravidade da crise, incluindo até mesmo alguns detalhes chocantes. Barron não está convidando os católicos a fechar os olhos, ou simplesmente a manter a pose. Ele reconhece a ira, sabe que há razões para ela, mas, no entanto, quer impedir que as pessoas abandonem a Eucaristia, e que abandonem tudo o que só a Igreja Católica pode oferecer.

Os cinco pontos dos grandes dons da Igreja são uma revisão útil e clara, enquanto o capítulo sobre a crise em si é uma visão geral sobre a problemática. Mas os dois capítulos que podem ser mais esclarecedores estão na análise bíblica e histórica do escândalo.

As comparações históricas – que o bispo Barron é cuidadoso em apontar, sem eximir ninguém de suas responsabilidades – podem ser vagamente familiares a partir do que aprendemos na catequese, mas a análise bíblica provavelmente trará a muitos católicos uma informação nova e esclarecedora. E o rápida surgimento de santos que vieram em socorro da Igreja durante períodos particularmente difíceis da história irá recordá-lo de que há muitas pessoas de quem se orgulhar também.

Um benfeitor quis garantir que este livro se difundisse amplamente e favoreceu que paróquias paguem apenas US $ 1 por livro para pedidos volumosos. Também é possível obter o livro gratuitamente, desde que a pessoa pague os custos de envio.

É uma leitura que vale a pena.

Mais informações em: https://order.sufferingchurchbook.com/order

Boletim
Receba Aleteia todo dia
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.