Aleteia

Tempos difíceis? Cristãos recorrem há séculos a Nossa Senhora Auxiliadora

Nossa Senhora Auxiliadora
CC
Compartilhar

Conheça melhor a poderosa devoção mariana que a Igreja celebra o ano inteiro, mas com especial dedicação todo dia 24 de maio

Nossa Senhora Auxiliadora é um dos vários títulos com que nos dirigimos à nossa Mãe do Céu para pedir a sua materna intercessão diante de Deus Pai a fim de nos sustentar em tempos difíceis.

Desde as primeiras épocas

Os primeiros cristãos já chamavam Maria de “Auxiliadora”: há monumentos antigos no cristianismo oriental que se referem a ela explicitamente como Mãe de Deus (Theotokos) e Auxiliadora (Boeteia).

E não faltam santos da antiguidade cristã que se dirigiam a Nossa Senhora com esse título, como São João Crisóstomo, São Sabas e São Sofrônio, além de São João Damasceno, considerado o primeiro em propagar a prece “Maria Auxiliadora, rogai por nós”.

São Germano também orava assim:

“Ó Maria, és poderosa Auxiliadora dos pobres, valente Auxiliadora contra os inimigos da fé. Auxiliadora dos exércitos para que defendam a pátria. Auxiliadora dos governantes para que nos alcancem o bem-estar. Auxiliadora do povo humilde que precisa da tua ajuda”.

Os Papas e Santa Maria Auxiliadora

No século XVI, o Papa São Pio V determinou que Maria Auxiliadora fosse invocada nas ladainhas marianas, após a vitória do exército cristão que se defendia da expansão dos otomanos na batalha de Lepanto.

Na época de Napoleão, o Papa Pio VII foi preso pelo imperador e prometeu que, se fosse libertado, decretaria uma nova festa mariana. Quando Napoleão caiu e o Papa retornou à sede pontifícia em 24 de maio de 1814, decretou que todo dia 24 de maio seria dedicado, em Roma, à festa de Santa Maria Auxiliadora.

São João Bosco e a divulgação dessa forte devoção mariana

CC

O ano seguinte foi o do nascimento de São João Bosco, a quem Nossa Senhora apareceu em sonhos e pediu que lhe construísse um templo com o título de Auxiliadora. Foi então que o santo trabalhou para erguer a ela dois monumentos: um, material, é a Basílica de Santa Maria Auxiliadora em Turim; o outro, humano e espiritual, é formado pelas Filhas de Maria Auxiliadora.

São João Bosco afirmava que ele e muitos fiéis obtinham grandes graças mediante a novena a Nossa Senhora Auxiliadora e a jaculatória de São João Damasceno: “Maria Auxiliadora, rogai por nós”.

A novena, tradicionalmente, começa nove dias antes da festa, ou seja, em 15 de maio, mas também pode ser feita em qualquer outra época do ano, já que, obviamente, Nossa Senhora está sempre “disponível” para interceder por nós sejam quais forem as circunstâncias.

 

São João Bosco também exortava:

“Confiai tudo a Jesus Eucarístico e a Maria Auxiliadora e vereis o que são milagres. No céu, ficaremos gratamente surpreendidos ao conhecer tudo o que Maria Auxiliadora fez por nós na terra!”

Orações a Nossa Senhora Auxiliadora

CC

Esta profunda devoção mariana está presente desde tempos muito antigos na vida da Igreja e das famílias cristãs, em especial nos momentos de maior dificuldade.

Uma poderosa oração a Nossa Senhora Auxiliadora pode ser encontrada no seguinte artigo:

 

Também é intensamente recomendada a seguinte consagração do lar a Nossa Senhora Auxiliadora:

 

Quer saber mais sobre Nossa Senhora Auxiliadora?

Boletim
Receba Aleteia todo dia