Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Terça-feira 28 Setembro |
Santos Alfeu, Alexandre e Zósimo
home iconHistórias Inspiradoras
line break icon

“O meu pai tem síndrome de Down e nós somos uma família feliz!”

SADER, ISSA, FAMILY

Sader Issa | Facebook

Annalisa Teggi - Aleteia Brasil - publicado em 30/05/19

O impactante testemunho do estudante que nasceu de um "pai impossível" e num país improvável

Há lugares que se tornam sinônimo de tragédia. Pensar em Chernobil, por exemplo, é pensar em desastre nuclear. Pensar na Síria, hoje, é pensar em guerra, destruição, horror.

E é da Síria, porém, que nos vem esta história impactante de humanidade – especialmente impactante quando se sabe que, no Ocidente “civilizado”, 65% das crianças com síndrome de Down são abortadas na Noruega, 90% no Reino Unido, 95% na Espanha e chocantes 100% na Islândia.

O sírio Sader Issa, estudante de odontologia, declara que a sua realização e felicidade se devem ao apoio que sempre recebeu dos pais, uma afirmação que ganha força quando ele acrescenta que o seu pai, Jad Issa, tem síndrome de Down.

A primeira “surpresa” para muita gente, nessa afirmação, é a sua excepcionalidade genética, já que, no geral, os homens com essa condição são estéreis. A segunda “surpresa” é que, além de não o impedir de se tornar marido, a síndrome não o impediu de ser um ótimo pai para Sader. E a terceira é o próprio orgulho do filho pelo seu pai, o que, infelizmente, ainda é uma “surpresa” para muitos devido a mero preconceito.

SADER, ISSA, FAMILY
Sader Issa | Facebook

Em vídeo compartilhado no Facebook, o estudante sírio afirma que é justamente a síndrome de Down do seu pai um dos fatores que mais contribuíram para que ele se tornasse o homem que é hoje.

“Uma criança que cresce no colo de uma pessoa com síndrome de Down tem todo o amor e ternura que alguém é capaz de oferecer!”

Para ele, o amor genuíno oferecido pelas pessoas com a síndrome fomenta maior equilíbrio emocional e social para quem recebe esse amor tão real.

Jad sempre deu o seu melhor no trabalho e no cuidado da família. Ele é casado há cerca de 20 anos com a mãe de Sader, que não tem a síndrome. Seu casamento, segundo o filho, é “igual a qualquer outro“, com divergências superadas pelo amor e pela humildade. Jad sente orgulho de falar da família e Sader sente orgulho de apresentar o pai a todas as pessoas que conhece.

“É como se ele estivesse dizendo: ‘Tenho síndrome de Down, mas criei o meu filho e fiz de tudo para ajudá-lo a se tornar alguém que trata bem as pessoas. Tenho orgulho dele’. Para ele, manter relações sociais é simples, porque ele ama a todos e por isso é tratado com respeito pela nossa comunidade”.
SADER, ISSA, SYRIA
Sader Issa | Facebook

Sader tem apresentado a própria história para defender a vida dos bebês em gestação nos quais é diagnosticada a síndrome de Down – uma verdadeira sentença de morte em países “civilizados” e “progressistas” como os listados alguns parágrafos acima.

“Para muita gente, uma mulher estar grávida de um bebê com síndrome de Down pode ser o pior cenário possível. Muitas pessoas recorrem ao aborto. Mas se a minha avó tivesse essa mesma ideia, eu não estaria aqui”.


SIMON CLARK, BULGARIA, DOWN

Leia também:
Simon, 4 anos, tem síndrome de Down e ajuda feliz os 3 irmãozinhos deficientes


Sigga Ella Síndrome de Down

Leia também:
Fotos para sensibilizar o rico país que… aborta quase 100% dos bebês Down

Tags:
FamíliaPecadoSíndrome de downValores
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Claudio de Castro
O Purgatório e o misterioso alarme das 3 da manhã
2
Broken Mary
Reportagem local
Nasce (e cresce) nos EUA a inspiradora devoção a “Nossa Senhora D...
3
Maria Paola Daud
O dia em que Nossa Senhora parou a lava do vulcão Etna
4
Caio Batista, jovem ex-protestante que se tornou católico
Reportagem local
Carta de jovem ex-protestante repercute nas redes: “Sim, eu me to...
5
Vulcão Cumbre Vieja
Violeta Tejera
Vulcão Cumbre Vieja obriga pároco a evacuar capela às pressas
6
Santa Missa
Reportagem local
Quanto tempo devemos chegar antes da Missa?
7
Irmã Cecilia
Reportagem local
Quem sorri assim no momento da morte?
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia