Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Segunda-feira 23 Novembro |
Santo Anfilóquio
home iconAtualidade
line break icon

Pai de 7 filhos é preso por furtar comida e comove policiais, que lhe doam cesta

fome, hunger, hambre

CC

Aleteia Brasil - publicado em 30/05/19

Até o denunciante se emocionou e doou leite para seus filhos pequenos. Aleteia responde: o que diz a moral cristã sobre quem furta para comer?

Um homem de 26 anos, sem antecedentes criminais, foi preso nesta terça-feira, 28, por furtar comida de uma casa em Nova Veneza, no Sul de Santa Catarina. Aos policiais militares que atenderam a ocorrência ele relatou que estava sem comer já fazia dias – e não só ele, como também a mulher e os sete filhos. Sua história comoveu os policiais e até mesmo o denunciante, a ponto de todos doarem alimentos para a família em situação crítica.

Ao site Portal Veneza, o soldado Tiago Cardoso de Assis resumiu:

“Quando a gente chegou pra verificar, era uma casa de aluguel com poucos móveis. Na entrada tinha uma carne descongelada e um peixe na mesa, e o denunciante reconheceu como dele, porque era um peixe de água salgada. Depois, embaixo do sofá, escondido em uma banheira de criança, estavam os outros alimentos”.

Na casa estavam a mulher e os filhos – o caçula com 28 dias de idade. Assim que chegou, o jovem confessou o furto e foi levado à delegacia, sendo liberado para responder ao processo em liberdade.

A vítima do furto, Rodrigo Nazário, conversou com o preso na delegacia:

“Ele parecia bem arrependido. Ele já estava em jejum fazia um dia e meio, não conseguia comida. Ele não tinha cinco ‘pilas’ para comprar pão pra menina dele. Daí eu fiquei comovido. A gente trabalha, sabe as dificuldades que tem”.

Nazário doou à família uma caixa de leite e os policiais lhes deram uma cesta básica. Outras pessoas da comunidade também doaram comida. Segundo os policiais, o bebê havia dormido na noite anterior ao furto tendo bebido apenas água, porque a família não tinha alimento algum para lhe dar. Outro soldado que acompanhou o caso, Dalcione Rosso, comentou:

“Ficamos sensibilizados com o relato e com a condição em que estavam as crianças. Quando saímos da delegacia, conversando com meu parceiro, Assis, decidimos fazer alguma coisa para mudar a realidade daquela família”.

Assis complementou:

“A gente fez a nossa parte, conduziu ele. Mas a gente ficou comovido, ver aquela situação das crianças, mas o pai ter chegado a esse ponto para cometer o delito… Claro que a gente orientou que tem outros meios, buscar a assistência social do município, pedir ajuda em igreja, nos vizinhos”.

Nazário se manifestou na mesma linha:

“Eu torço para que ele se arrependa verdadeiramente, saia dessa e vá para um caminho bom”.

Roubar para comer é pecado?

Em 2016, a justiça italiana determinou que quem rouba porque não tem nada e está passando fome não comete crime, já que a necessidade não geraria culpa criminal. Na ocasião, Aleteia conversou como o pe. Mauro Cozzoli, professor de Teologia Moral na Pontifícia Universidade Lateranense e capelão do Papa:

Professor, o sétimo mandamento ordena “não roubar”, mas que tipo de aplicação da norma moral é encontrado na Tradição e no Catecismo?

Pe. Cozzoli:Na tradição moral católica, o direito à propriedade não é um direito primário, mas secundário. Primário é o destino universal dos bens: os bens da terra são para todos, destinados por Deus a toda criatura. Daí o direito primário de todos a se beneficiarem dos bens disponíveis, de forma justa. Traduzido na prática, isto significa a possibilidade moral de usar da propriedade alheia em casos de extrema necessidade, por razões de sobrevivência.

Os juízes estabeleceram, que, em essência, “a fome não é crime”. O que o senhor diz?

Pe. Cozzoli:A fome, própria ou de um dependente, pode ser um caso de extrema necessidade e, portanto, apropriar-se de comida alheia quando se está passando fome não constitui um furto.

Este caso nos traz à mente a lembrança constante do Papa sobre a misericórdia na vida de fé, contra o legalismo da mera norma escrita. É uma comparação adequada?

Pe. Cozzoli:O apelo por misericórdia é uma razão a mais para se compreender e justificar a pessoa que recorre à propriedade alheia tentando resolver uma necessidade elementar e básica, que, de outra forma, não poderia ser satisfeita naquele momento.

É crucial ter a consciência bem formada para não se abusar deste princípio, evidentemente. Pode-se (e deve-se) perdoar um pequeno furto cometido por objetiva necessidade de sobrevivência, apenas de um bem voltado à satisfação direta dessa necessidade urgente e somente na quantidade necessária para esse fim. O que não se pode é ser conivente com quem alega necessidade, mas, na prática, “seleciona” o que “deseja roubar” e rouba aquilo de que não está precisando para sobreviver. É preciso saber julgar com misericórdia, mas também com bom senso e imparcialidade.

Tags:
BrasilfomeJustiçaPobreza
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
FATHER PIO
Maria Paola Daud
Quando Jesus conversou sobre o fim do mundo c...
ŚWIĘTA TERESA WIELKA
Philip Kosloski
Oração de Santa Teresa de Ávila para acalmar ...
IOTA
Lucía Chamat
Imagem da Virgem resiste a furacão que devast...
EL TOCUY
Aleteia Brasil
Pe. Gabriel Vila Verde: há muita diferença en...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Atenção: versão falsa e satânica da Medalha M...
POPE AUDIENCE
Reportagem local
A oração de cura que pode ser dita várias vez...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia