Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Segunda-feira 08 Março |
São João de Deus
home iconEstilo de vida
line break icon

O ingrediente oculto e incompreendido para encontrar paz e liberdade

WOMAN,PRAYING

Es5669 | Shutterstock

Robert McTeigue, SJ - publicado em 03/06/19

Precisamos recuperar essa autêntica disciplina cristã, que é aceita de forma secular em pelo menos uma área da vida hoje

Você quer inspirar uma risada irônica? Fale sobre o autocontrole como caminho para a liberdade. Nossa cultura atual tende a ver com rejeição qualquer indício de autocontrole ou disciplina.

Mas e os atletas, especialmente aqueles que demonstram grande precisão (por exemplo, arqueiros, ginastas, patinadores)? Ninguém lamenta sua capacidade impressionante. E ninguém pode negar seriamente que suas habilidades são o resultado de um firme e duradouro compromisso com a disciplina. Sim, é verdade que tais atletas são excepcionais. No entanto, seu exemplo deve nos fazer reconhecer o papel da disciplina na vida de um cristão.

Muitos afirmam que disciplinas ascéticas (por exemplo, jejum e outras disciplinas físicas) foram usadas no passado com excesso e de forma prejudicial. Santo Inácio de Loyola, no final de seus dias, lamentou que, no início de sua conversão, tenha praticado penitências extremas, resultando no comprometimento de sua saúde e na diminuição de sua capacidade de servir a Deus.

Apesar de admitir tudo isso, acho que as declarações de advertência sobre a disciplina cristã não são mais necessárias hoje. Em vez disso, precisamos na verdade é de um autêntico resgate da disciplina cristã para um autodomínio que conduza à genuína liberdade.

A genuína liberdade cristã é bilateral. Há uma liberdade negativa, que é uma “liberdade de”. Para os cristãos, isso inclui a liberdade do erro. Ao mesmo tempo, há uma correspondente liberdade positiva, que é uma “liberdade para”. Para os cristãos, isso inclui a liberdade de amar a Deus e ao próximo como Cristo manda, incluindo a liberdade de discernir com razão e viver fiel e proveitosamente nossa vocação. Como aprenderemos a crescer nessa liberdade?

Vamos dar uma olhada numa joia publicada pela primeira vez no início do século XX: Christian Self-Mastery—How to Govern Your Thoughts, Discipline Your Will, and Achieve Balance in Your Spiritual Life. O autor, o sábio padre Basil W. Maturin, morreu tragicamente em 1914, durante a Primeira Guerra Mundial, quando a embarcação em que ele estava foi bombardeada por um submarino alemão.

Relatos de como ele morreu indicam por que devemos confiar em suas orientações sobre a verdadeira liberdade cristã através da autodisciplina. Seu biógrafo, Masie Ward, escreveu: “Quando seu corpo foi retirado do mar, estava sem colete salva-vidas, o que indica que ele o tenha recusado, pois não havia coletes suficientes para todos. Sobreviventes relataram que o viram de pé no convés muito pálido, mas perfeitamente calmo, dando absolvição a vários passageiros. Quando o último barco de resgate foi abaixado, ele entregou uma criancinha dizendo: “encontre a mãe dela”. O que podemos aprender com um homem que morreu de forma tão nobre? Como ele veio a viver, a um custo tão alto, a verdade sobre a qual ele escreveu tão bem?”

Ele recomenda nove princípios: 1) Desenvolva o autoconhecimento; 2) Discipline-se; 3) Cumpra as leis do espírito; 4) Treine sua vontade; 5) Controle seus pensamentos; 6) Esforce-se pelo equilíbrio; 7) Governe seu corpo; 8) Sacrifique algo bom pelo que é melhor; 9) Persevere.

O Padre Maturin reflexões muito profundas:

Uma certa simpatia moral é absolutamente necessária como condição de amizade, e a santidade consiste na amizade com Deus. Se nós fôssemos em algum sentido amigos de Deus, deveríamos ter pelo menos esse desejo de santidade sem o qual tal amizade seria impossível; o crescimento no conhecimento de Deus é o aprofundamento dessa amizade. Conhecer a Deus é conhecer a si mesmo. Não ter conhecimento de Deus é andar nas trevas, não ter um padrão absoluto para avaliar a si mesmo. Aqueles que fecham completamente suas vidas a Deus são capazes de viver na ignorância de suas falhas.

Essas não são palavras de um guru da auto-ajuda. Em vez disso, encorajam-nos a aprender a nos examinar à luz de Cristo. Ao ver a bondade, integridade, integridade e santidade de Cristo, ao vê-lo como o primeiro e mais brilhante padrão de tudo que é desejável, só então podemos olhar honestamente para nós mesmos, nos avaliar, e confiar plenamente em Cristo, que deseja nos libertar do pecado e nos libertar para a felicidade do céu.

Tags:
FelicidadeInteligencia emocionalPazVirtudes
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Reportagem local
Santo Sudário, novo estudo: “Não é imagem de morto, mas de ...
2
MIRACLE
Maria Paola Daud
Mateo se perdeu no mar… e apareceu nos braços do pai
3
SAINT JOSEPH
Philip Kosloski
10 coisas sobre São José que você precisa saber
4
SAINT ROSE OF VITERBO
Meg Hunter-Kilmer
Santa Rosa de Viterbo: uma adolescente destemida que proclamou a ...
5
BABY BORN
Reportagem local
Bebê “renasce” após ser batizado por uma médica
6
PADRE PIO
Philip Kosloski
A oração que Padre Pio fazia todos os dias ao Anjo da Guarda
7
MADONNA
Maria Paola Daud
A curiosa imagem da Virgem Maria protetora contra o coronavírus
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia